Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

O que verificar antes de colocar o seu blog no ar?

O que fazer antes de colocar o seu blog no ar?

A menos que você esteja “construindo em tempo real” o seu blog, não precisará saber o que verificar antes de colocar seu blog no ar, afinal está fazendo e testando, não é mesmo? 😉

Embora isso não seja recomendado, nem viável no caso de ser um serviço prestado, você deverá ter em mente que existem dezenas de itens a serem verificados, ainda que você tenha uma área de testes, nem sempre ela terá todos os plugins e outras particularidades que existirão apenas na versão que vai ao ar propriamente.

Mas o que podemos fazer é minimizar os riscos. Elaborei uma lista de coisas que você deve verificar, se não faz ideia do que se trata a maior parte dos itens desta lista, então deve estudar mais o WordPress e tudo que está em volta a fundo! Vamos lá, confira.

1 – Domínio e Hospedagem

  • Verifique se o domínio está apontado, se os servidores de DNS estão ok;
  • Certifique que o PHP está configurado para a última versão (7.0 ou superior);
  • Por padrão as extensões do PHP deverão estar configuradas, se tiver erros instalando o WordPress, tem que rever as mesmas;
  • Verifique no PHP o memory_limit, se puder coloque 256M, no post_max_site pelo menos 32M, e o upload_max_filesize 64M.
  • As configurações acima você encontra no PHP Selector (options), no cPanel é fácil de achar, senão terá que contactar seu provedor de hospedagem;

2 – WordPress

  • Uma vez o site/blog finalizado, comece a fazer as configurações mais específicas;
  • Título e descrição do blog;
  • Timezone;
  • Configure os permalinks;
  • Não utilize o usuário admin;
  • Mova o arquivo wp-config.php para uma pasta acima da raiz do seu FTP;
  • Ative autenticação de duas etapas na área de login;
  • Altere as chaves de segurança (salts) no wp-config.php;
  • Bloqueie muitas tentativas de login;

3 – Plugins importantes

  • Akismet (elimina spam dos comentários);
  • Broken Links Checker (verifica links quebrados);
  • Contact Form 7 (formulários de contato);
  • Imagify (otimização de imagens);
  • iThemes Security (segurança, configura dezenas de configurações);
  • WP Rocket (cache e melhoria de performance);
  • Yoast SEO (SEO, metatags e sitemap);
  • UpDraft (backup de arquivos e banco de dados na nuvem);
  • Google Recaptcha (um passo a mais para evitar SPAM e tentativas de invasão);

4 – Serviços de terceiros

  • Google Apps (recomendo que você utilize e-mails corporativos do Google);
  • CloudFlare (CDN e cache de arquivos estáticos);
  • dlvr.it (compartilhamento de conteúdos em redes sociais);
  • Google Webmaster Tools (indexação e informações sobre seu site no índice do Google);
  • Bing Webmaster Tools  (indexação e informações sobre seu site no índice do Bing);
  • SparkPost (utiliza API para envio de e-mails ao invés de SMTP da sua hospedagem);
  • Google Analytics (estatísticas detalhadas de visitação do seu blog);
  • e-mail marketing (talvez a coisa mais importante que você tenha que fazer);

5 – Após publicar o site, revise

  • Logotipo;
  • Menus;
  • Imagens;
  • Conteúdos textuais;
  • Cabeçalhos e rodapés;
  • Links;
  • Formulários (teste envio e recebimento);
  • Mapas;
  • Informações de contato;
  • Widgets das barras laterais;
  • Links de mídias sociais;
  • Login de acesso;
  • Favicon;
  • Política de privacidade e termos de uso;
  • Páginas de erro 404;
  • Publique algo e veja se será publicado automaticamente nas redes sociais;
  • Robots.txt
  • sitemap.xml
  • Verifique em um dispositivo móvel se está responsivo;
  • Ative um certificado SSL;

Se você é um usuário avançado, confira o checklist do WP Mentor aqui. Ou o infográfico abaixo que o pessoal da Capsicum Mediaworks elaborou com muito esmero. Não tem desculpa para não saber o que fazer antes de colocar o seu blog no ar!

WordPress Checklist Infographic - Capsicum Mediaworks

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

4 Responses

  1. Boa! Nunca tinha usado WP e ano passado acabei usando pra um clube de assinatura que estou montando. Tem coisa pra caramba e to curtindo. Mas confesso que não fiz metade das coisas que tá na lista. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *