Curso: Agência Digital na Prática

Você pode utilizar a minha experiência para melhorar os serviços de sua pequena agência. Ou mesmo se você é um freelancer, aproveite e confira os módulos do curso Agência Digital na Prática. Além do curso de Agência Digital na prática, também existe um livro Agência Digital na prática.

Algumas experiências de quem fundou algumas Agências Digitais nos últimos anos, trabalhou (e trabalha muito ainda) no mercado de Internet, e quer ajudar quem está começando ou enfrenta alguns problemas comuns com o crescimento do negócio (ou a falta de crescimento).

Dicas para empreender, Agências Digitais, tipos de clientes, prospecção e briefing, proposta comercial, colocar a mão na massa (produzir), atendimento e suporte técnico à clientes, receitas recorrentes, produtos e serviços de terceiros, como se diferenciar da concorrência, evolução constante e muitas outras dicas.

Assista ao vídeo de apresentação do curso

Faça o curso online gratuitamente

Você pode fazer o curso online gratuito de Agência Digital na prática. Ele será publicado semanalmente de 22/01/2022 até 16/04/2022. Basta se cadastrar no formulário logo a seguir.

Módulos do curso / capítulos do livro

1 – Introdução

Sou uma pessoa um pouco inquieta. Já limpei aquário, já sonorizei festas e eventos, trabalhei em gráfica, com editoração eletrônica, já desenvolvi aplicativos multimídia multiplataformas (Mac/PC), trabalhei em provedor de acesso à Internet, criei algumas empresas de desenvolvimento para web (também conhecidas como agências digitais), trabalhei muito tempo com email marketing e atualmente abri uma pequena agência digital com meu antigo sócio.

2 – Como é a sua empresa?

Imagino que você está estabelecido, tem um CNPJ, já conversou muito com seu contador. Sabe bem a alíquota de impostos que incidem sobre cada nota emitida. Claro que você já emite NF-e certo?

Entenda que você tem uma empresa, algo que por si só já é muito complexo. Você precisa muito ter um excelente contador e um bom advogado. Eu eventualmente tive sorte de ter uma pessoa que é as duas coisas.

Existem até serviços online de contadores e de customização de documentos legais, procure indicações se for tentar as coisas mais sofisticadas.

As regras tributárias e fiscais mudam todos os dias, então precisamos de ajuda especializada nesta área. Da mesma forma o advogado.

3 – O que você tem vendido?

Bem, eu nunca me considerei um bom vendedor. A verdade é que sempre achei complexo o processo de vendas, a maneira como devia abordar os clientes, dar retorno, cobrar feedback, negociar as propostas.

Só que eu não dava muita bola para isso, ia lá e vendia. Pois eu PRECISAVA.

E quando podia lia muito, assistia a vídeos de especialistas e ia a eventos da área, pois precisava melhorar nas áreas que tinha dificuldade.

Vendas era uma delas, embora eu sempre tenha vendido com algum sucesso.

4 – Tipos de cliente

O cliente é o nosso Rei. Claro que isso é verdade, mas é importante lembrar que estamos sempre tentando conquistar novos clientes, e como em qualquer relação comercial, tem que ser bom e vantajoso para ambos.

E o cliente precisa ser entendido. Às vezes o cliente (dono da empresa), nem vai falar com você, nem vai tomar conhecimento da sua existência. Neste caso você vai ter um interlocutor, ele vai ser seu cliente.

É importante definir um interlocutor. Ou se existir mais de um que eles conversem entre eles antes de demandarem para você.

5 – Prospecção e briefing

Quando estamos começando temos que correr atrás dos clientes, é um dos momentos mais difíceis que enfrentamos.

Mas não tenha medo, conforme o tempo vai passando, e quanto mais você entregar trabalhos e seus clientes ficarem mais satisfeitos, algo mágico começa a acontecer, você começa a ser indicado, e aí o jogo vira, os clientes vem até você!

Mas enquanto isso não acontece, voltemos ao início, a prospecção e a arte do preenchimento do briefing são fundamentais para seu sucesso.

Veja, o briefing é o momento de ir fundo nas perguntas, descobrir tudo, até o que o cliente não sabe que quer. Não tenha medo de fazer as perguntas necessárias.

6 – Proposta comercial

Citei alguns exemplos anteriormente, e invariavelmente você vai se deparar com esses casos abaixo. Mas em linhas gerais o que os clientes esperam de uma proposta comercial?

7 – Colocando a mão na massa

Claro que tudo que falamos até aqui é muito legal, muito bonito, mas o que importa no final é o que você está entregando para o seu cliente.

Não vou entrar no mérito que você precisa sempre fazer o seu melhor, se diferenciar da concorrência em algo que seja visível ou desejável pelos seus clientes ou futuros clientes.

8 – Atendimento e suporte técnico

Uma parte muito importante é o atendimento. É aqui que o cliente realmente sente que é parte importante e integrante da máquina (ou não).

Entenda que você precisa organizar desde cedo como vai atender aos clientes. Mesmo que seja só você apenas. Tenha regras claras, forneça um e-mail específico para atendimento (mesmo que caia na sua caixa de e-mails), pois conforme a coisa vai crescendo, fica fácil escalar quando entrar mais gente, e o fluxo para os clientes não mudará!

A empresa é uma só, o cliente é um só. Todo mundo é a empresa, todo mundo tem que atender bem!

9 – Receitas recorrentes

Uma das coisas mais importantes são as receitas recorrentes. Com elas você não precisa ficar correndo atrás da máquina todo mês em busca de novos projetos para manter colaboradores, fornecedores e você (sim você tem direito a pró-labore) em dia com seus pagamentos.

É muito difícil ganhar escala fazendo projetos para web. Necessariamente você precisa de: mais pessoas + mais estrutura + mais custos fixos. É complexo crescer e escalar mantendo a lucratividade.

10 – Produtos e serviços de terceiros

Embora tenha comentado anteriormente, achei necessário incluir um capítulo exclusivo para isso, os serviços de terceiros podem trazer grandes adicionais nas suas receitas mensais, então vou detalhar alguns que eu prestava com sucesso.

Note que serviços de terceiros não são apenas para oferecer aos seus clientes, eles ajudam a reduzirmos fraquezas que tenhamos no nosso processo, otimizando nossos resultados.

11 – Se diferenciando da concorrência

Eu entendo que só podemos nos diferenciar oferecendo um serviço melhor.

Entregando um pouco mais que o esperado ao cliente ajuda sim, mas a qualidade deve ser o fator chave, você precisa ser lembrado e indicado por algum motivo, então que seja inicialmente pela qualidade do seu trabalho.

Os clientes vão comprar de você por causa do seu “mojo”! Entenda que mojo pode ser seu tempero, seu poder mágico, seu amuleto, não importa.

Você é diferente, quando isso ficar mais claro as coisas vão começar a acontecer.

12 – Evolução constante

Ninguém faz nada sozinho. Você além de todos os serviços que tem, todas as coisas que falamos acima, ainda tem a tarefa mais importante, se manter atualizado, se manter conectado e permanentemente evoluído, e todos os aspectos.

13 – Agora é com você

Tudo o que coloquei neste livro é fruto de mais de 26 anos de experiência, apesar de eu estar ainda inteiro e apresentável estou muito rodado!

O que busquei com essa obra foi transmitir algum conhecimento tácito de maneira mais explícita.

Receba o e-book gratuitamente

Receba o e-book Preciso fazer email marketing diretamente no seu e-mail, grátis!

Não esqueça de confirmar o cadastro para receber o link ok?

Sobre o autor

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.

Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora

Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.

Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.

Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.

Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 30 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

O que é Agência Internet?

Era o nome da minha agência digital que vendi em 2008 para outra empresa, a qual que me tornei sócio. O nome tinha tudo a ver com o que estou fazendo agora e resolvi utilizar novamente, me traz boas lembranças e me deu muita sorte desde 2004.

Depois de uma mudança radical no final de 2016, resolvi construir mais um negócio do zero. Desta vez resolvi que iria compartilhar conhecimento para auxiliar as pessoas a se desenvolverem e terem sucesso empreendendo.

Translate »