Como surgiu o SPAM?

Como surgiu o spam?

Para responder como surgiu o SPAM, precisamos voltar em 1971. Um ano antes do meu nascimento ūüėČ

Ray Tomlinson

Foi neste ano que Raymond Tomlinson iniciou os procedimentos que culminaram no envio do primeiro e-mail.

Ele estava conduzindo sua brilhante carreira na Bolt, Beranek and Newman (BBN Technologies), na época contratada pelo departamento de defesa dos EUA para construir a ARPANET (advanced research projects agency network), que iria conectar diversos departamentos e agências do governo país afora.

Mas ninguém pediu para ele criar o e-mail, isso foi ideia dele para ver se dois computadores poderiam se comunicar e trocar mensagens.

E ele resolveu utilizar o @ para conectar o nome ao endereço de destino, e foi o símbolo que tornou o e-mail tão especial.

Veja uma antiga entrevista do Ray

E Ray contando sobre seu primeiro computador

Ray nos deixou em março de 2016, por problemas no coração.

Mas n√£o foi ele que inventou o SPAM!

Quem criou o conceito inicial, mesmo sem saber, foi Gary Thuerk, l√° por 1978. Vendedor de computadores na DEC, Digital Equipment Corp., enviou e-mail para cerca de 400 pessoas, em sua maioria pesquisadores e respons√°veis administrativos de universidades.

Gary ThuerkO primeiro SPAM enviado por ele (e pela raça humana) continha apenas um texto, não tinha link, afinal nem existia a web, não tinha, portanto, call to action, e não continha link de descadastro, pois o email marketing sequer havia sido imaginado.

E este e-mail vendeu cerca de US$ 13.000.000,00 em equipamentos para Gary. Nada mal hein? Esse dia, 1 de maio de 1978, especificamente 12h33, ficou então marcado na história.

Mas nem tudo foi bonito, as reclama√ß√Ķes come√ßaram quase que instantaneamente. Um representante da ARPANET chegou a ligar para xingar ele. Fez com que ele prometesse nunca mais fazer tal pr√°tica.

Como não ter seus e-mails legítimos considerados SPAM

  • Envie somente para quem pediu!
  • N√£o envie e-mails muito gen√©ricos;
  • N√£o envie e-mails para toda a base, segmente;
  • Envie e-mails relevantes e √ļteis;
  • Cuide do conte√ļdo, assunto, imagens e textos;
  • Nunca pare de aperfei√ßoar;
  • Compartilhe conhecimento;
  • Inspire a audi√™ncia;
  • Fa√ßa eles rirem um pouco;

E essa é a história encantada do SPAM, agora você sabe como surgiu o spam!

Mas n√£o confunda SPAM com email marketing.

De lá para cá muita coisa mudou, muita gente lucrou e lucra com tal prática, mas felizmente desde 2015 a quantidade de SPAM tem diminuido muito, já é menor que os e-mails legítimos.

E vamos ficar torcendo para que diminua cada vez mais!

Confira o vídeo

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de tr√™s filhos (um √© peludo), marido espor√°dico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das m√ļsicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.