Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Qual o assunto do seu e-mail mesmo?

Já pensou no assunto do seu e-mail? Mas o HTML está pronto né? Eu acho muito difícil escrever um assunto para o e-mail, talvez seja a coisa mais importante e mais menosprezada num envio de e-mail marketing.

A maioria das empresas menospreza o assunto do e-mail. É relativamente comum encontrar e-mails adequadamente diagramados, responsivos e muito agradáveis aos olhos, mas uma parte importantíssima é deixada de lado, o assunto do e-mail.

Costumo dizer que as empresas perdem uma semana construindo a obra-prima do HTML para ser enviado, e em 15 minutos antes de enviar querem escolher sem nenhum critério o assunto do e-mail.

A regra mais importante aqui é: dedique tempo ao seu assunto! Está em dúvida? Faça o teste mais simples que pode ser feito, o teste A/B com dois ou mais assuntos para uma amostra da sua base. A resposta esta ali, e é científica, para que sofrer sem necessidade?

A escolha do assunto do seu e-mail

  • Seja científico! Você já enviou centenas de vezes, observar nos envios anteriores o que funcionava melhor pode ajudar, os dados estão ali esperando sua análise.
  • Faça os testes. Já falei anteriormente, use o Teste A/B da sua ferramenta de envio, mas mude apenas uma variável a cada alternativa. Teste dois ou três assuntos diferentes, ou testes dois ou três assuntos diferentes com personalização.
  • Algumas empresas dedicam quase o mesmo tempo ao assunto do que ao restante da peça, chegam a criar 30 variações de assunto para cada envio. Pense nisso. Normalmente o tempo é curto, mas melhorar a cultura para cuidar mais do assunto pode facilitar sua vida no futuro e dar mais resultados, que é o objetivo final.
  • Existem algumas pesquisas que indicam que os assuntos com % e listas tendem a ter melhor resultado, exemplo: Novo aparelho de ar condicionado que diminui em 25% o consumo de energia. Ou: Os 10 aparelhos de ar condicionado mais econômicos do mercado.
  • A curiosidade matou o gato. E normalmente funciona muito bem no assunto. Mas cumpra o que está prometendo. Se você começar a “enganar” muito no assunto vai perder leitores rapidamente.
  • Mantenha o assunto curto! Lembre-se que existem diversos clientes de e-mail, leitores de e-mail e aplicativos, cada um com suas limitações. Observe a lista a seguir para ter uma ideia de como isso pode impactar no tamanho do assunto do seu e-mail.
    • Outlook 2010 preview: 54 caracteres
    • Outlook 2010 compact: 73 caracteres
    • Outlook.com: 60 caracteres
    • Gmail: 70 caracteres
    • Yahoo Mail: 46 caracteres
    • Android 800×480 px retrato: 30 caracteres
    • Android 800×480 px paisagem: 62 caracteres
    • iPhone retrato: 42 caracteres
    • iPhone paisagem: 64 caracteres
    • Windows Phone retrato: 42 caracteres
    • Windows Phone paisagem: 61 caracteres
  • Ainda, o tamanho do assunto, segundo a Return Path, enquanto a maioria dos assuntos das mensagens tem entre 41-50 caracteres, eles tendem a serem lidos com mais frequência quando tem entre 61-70 caracteres!
  • Utilize o preheader como um apoio ao assunto, ali você pode expandir o assunto e acrescentar mais informações!
  • Perguntas costumam funcionar bem também. Tente da próxima vez utilizar se possível uma pergunta no assunto da sua mensagem (obviamente você deve testar com o teste A/B) e observar os resultados.
  • Não que você deva testar, mas eu preciso sempre escrever sobre o que pode ou não ajudar você, então, de acordo com a Phrasee, que fez um experimento em pequena escala, assuntos com conteúdos profanos (palavrão mesmo) tem ótimos resultados.
  • Alguns testes também apontam resultados interessantes, assuntos curtos e chocantes, e assuntos longos e provocativos tendem a ter bons resultados.
  • Embora eu particularmente nunca recomende que você coloque um emoticon no assunto, pois ele pode causar resultados relacionados a SPAM, alguns envios onde a pontuação do assunto é substituída por caracteres imitando emoticons como 😉 tem tido melhor abertura.
  • Não repita sempre as mesmas técnicas utilizadas no assunto.
  • Observe o que seus concorrentes tem feito. É claro que você tem um e-mail gratuito e recebe todos e-mails que eles enviam né?
  • Alguns estudos estimulam uso de palavras que pontuam mais como spam, embora aumentem os resultados, não acho que seja o caso de você fazer isso.
  • Não adianta nada ter o assunto matador e o nome do remetente ser No-Spam…

Infográficos

Para fechar coloco alguns infográficos que encontrei e que tem conteúdos e dicas interessantes para lhe auxiliar.

tips for grabbing inbox attention

the best subject line for salespeople

insights from 5 million emails

email subject lines

creating the subject line that gets your email read

10 ways to master your email subject lines

Se tiver alguma sugestão, dica ou reclamação fique a vontade para entrar em contato.

Photo credit: Tortured Mind via Foter.com / CC BY-NC-SA

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *