Como me manter no jogo do email marketing?

Não é difícil, na verdade é relativamente fácil se manter no jogo do email marketing, mesmo sendo algo muito dinâmico no que diz respeito à parte técnica.

7.1 Algumas perguntas que você sempre deve se fazer sobre email marketing

  • Qual o impacto do email marketing para o meu negócio?
  • Baseado na minha performance em vendas, custos de produção, ferramenta de envio e análise dos relatórios de envio, meu email marketing é rentável?
  • Como eu posso agregar mais valor aos meus usuários?
  • Como posso utilizar o email marketing para aumentar meus resultados?
  • Estou enviando conteúdos úteis ou estou tentando forçar vendas?
  • Estou resolvendo problemas para meus clientes?
  • Estou vendo nos relatórios se estão realmente lendo meus e-mails?
  • Estou criando coisas novas com frequência ou estou repetindo coisas chatas?
  • Estou utilizando as informações do descadastro para melhorar de fato?
  • Quando os clientes respondem ao e-mail alguém está recebendo e lendo?
  • Estou monitorando a qualidade da entrega dos meus e-mails?
  • Está claro meus objetivos / estratégias / métricas de sucesso?
  • Estou olhando o que os meus concorrentes estão fazendo?
  • Se ainda assim restam dúvidas, ou se você está chorando porque não consegue fazer a maior parte dos itens acima, então se lembre do seguinte.

7.2 Email marketing dá resultado para os meus negócios?

  • É uma conexão direta com seus clientes;
  • Vai funcionar melhor se você pensar sempre na audiência;
  • A lista é sua, não depende de algoritmos tendenciosos das redes sociais;
  • Constrói a reputação da sua marca;
  • Se bem feito dá grande resultado;
  • Sempre leva o usuário onde você deseja que ele vá;
  • Pode ser personalizado;
  • Tem custo relativamente baixo;
  • É compartilhável;
  • É rentável;
  • É facilmente mensurável;

Então, para saber se está dando resultados você precisa medir de fato.

Comece pela parte simples e vá aprendendo mais até conseguir medir a pleno seus esforços e retorno!

7.3 Não faça spam

Parece óbvio, double opt-in e fácil opt-out tem que ser regra, mas mesmo assim não garante nada.

E o conteúdo tem que ser relevante, é mais fácil marcar como spam do que descadastrar.

7.4 Envie e-mails de boas-vindas

Talvez o mais importante e o mais ignorado pelas empresas.

Explique tudo, faça maior, conte é, o que você faz, outros tipos de produtos ou serviços, como funciona, como entrarem em contato com você da melhor forma.

7.5 Confira os relatórios

São as fontes mais ricas de dados que você vai ter durante muito tempo.

São eles que devem balizar sua tomada de decisões.

7.6 Introduza o usuário em uma sequência

A sequência de e-mails deve funcionar a parte da sua agenda de email marketing.

São informações e dados que você já tem, não vai mudar com frequência e seriam boas que todo usuário soubesse.

Normalmente funcionam bem e tem altas taxas de aceitação.

Mas não deixe parecido com o email marketing ok? Ele tem que perceber que são coisas distintas.

7.7 Automatize

Automatize o que puder, use os recursos da sua plataforma de envios, do CMS do seu site, dos recursos disponíveis para reduzir o seu trabalho e da sua equipe.

7.8 Personalize

Qual pessoa não gosta de ser tratado pelo nome? E isso é o mais fácil e simples que você poderá fazer.

Mas a lista de ideias é enorme.

Personalizar não é apenas chamar pelo primeiro nome. Tenha certeza que possui os dados de todos os usuários antes de personalizar.

E teste muito antes de enviar.

7.9 O conteúdo é o mais importante

Design é importante sim, mas um bom conteúdo é mais relevante, e vai dar mais resultado a médio e longo prazo.

Então sim, faça bonito, mas que seja relevante.

7.10 Dê atenção ao assunto

Pense nele antes de fazer a peça e depois, não somente na hora do envio. Dedique tempo suficiente, ele é a manchete da sua capa.

A linha de destaque que vai vender o jornal – ou não. Seja adequado e perca o tempo necessário com o assunto.

7.11 Autoresponders

São simples e eficientes, normalmente engajam os usuários com ações simples, confirmações, lembretes, agradecimentos, datas especiais e festivas.

7.12 Tem que ser responsivo

Nem é preciso falar mais nisso certo? Se não abrir direito no mobile, nem envie!

7.13 Marketing cross-channel

Mesmo sendo repetitivo, integre os canais disponíveis, as diferentes mídias e obtenha mais resultados com o email marketing.

Além disso cria novas oportunidades e funis de entrada de opt-in para sua base.

7.14 Coloque muitas opções de opt-in

No seu site, no seu blog, nas mídias sociais, no balcão da sua loja física, na operação final da operadora do PDV.

Lembre-se de pensar em todos os pontos que podem virar opt-in para seu usuário.

7.15 Teste A/B

Teste o assunto primeiro, teste o preheader, e depois comece a mexer na peça.

Faça testes sempre que puder, os resultados normalmente surpreendem, e as melhores ferramentas tem bons recursos para você utilizar.

7.16 Envie pesquisas regularmente

Como já comentei, descubra mais, descubra coisas que você não sabe, alimente mais campos sobre os seus usuários, pergunte mais e com frequência.

7.17 Fique de olho no seu mercado

Analise os concorrentes, descubra as coisas novas, copie o que for interessante.

Não deixe passar, eventualmente até alguma moda.

Receba os e-mails deles!

7.18 Faça o descadastro funcionar facilmente

Não crie empecilhos, faça rápido o processo, se desculpe, pergunte os motivos.

Descubra porque se descadastram, pergunte, ali normalmente o usuário fala o motivo.

E é claro, faça uso destas informações para melhorar o processo.

7.19 Integre

CRM, Analytics, anúncios, outras plataformas, retire o máximo de informações relevantes e dados cruzados que puder, e fazendo isso de maneira automática evita erros operacionais.

7.20 Boas práticas de email marketing

  • Sempre utilize templates responsivos;
  • Customize o template para sua marca e personalize para seu cliente;
  • Não abuse da quantidade de imagens e tenha em mente que elas devem ser otimizadas ao máximo;
  • Utilize parágrafos curtos e fáceis de ler, significa que qualquer pessoa deva ler sem esforço, fundo branco, fonte preta, ou com extremo contraste, pare de sofisticar o layout em detrimento da funcionalidade;
  • Faça os links se parecerem com links, e então eles serão clicados;
  • Cuide do preheader (eu repito tudo que acho importante!);
  • Se o CTA precisa ser um botão então que se pareça com um;
  • Seja curto e vá direto ao ponto, as pessoas são ocupadas;
  • Sempre cuide das palavras mais pontuadas, principalmente nas épocas do ano mais concorridas;
  • Teste tudo toda vez que enviar;
  • Cuide da base, se você demora muito entre um envio e outro vai precisar fazer alguma limpeza, senão sua ferramenta de envios (se for boa) vai manter as coisas em ordem;
  • Alguma campanha para reengajar com alguma frequência sempre ajuda;
  • Se precisar elimine os totalmente inativos;
  • Não compre bases (nem empreste, nem alugue, nem encontre);
  • Respeite o descadastro (sim, de novo);

E agora terminou? Talvez.

Para fazer um bom email marketing é preciso enviar email marketing, com frequência!

Imagem padrão
Gustavo Tagliassuchi
Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.
Artigos: 564

Deixar uma resposta

Translate »