Otimizando seu email marketing em tempos de coronavírus

Existem muitas preocupações neste momento, mas espero que você dedique algum tempo otimizando seu email marketing em tempos de coronavírus.

Não perca tempo, o momento é agora. Em linhas gerais, a Litmus sempre recomenda que você faça algumas coisas antes e depois de enviar, algo nessa linha:

  • Concepção do e-mail a ser enviado e planejamento
  • Conteúdo textual
  • Imagens, gráficos e design
  • Codificação e desenvolvimento
  • Ajustes na ferramenta de envios
  • Revisões e aprovações
  • Testes e ajustes
  • Envio

Algumas empresas, as maiores, mantém um calendário de envios quase que 1 ano na frente, acho que neste momento ninguém está preparado para o que tem que ser feito, vamos tentar otimizar.

Como posso otimizar o processo de envio?

  • Simplifique o layout, utilize algo já feito ou um template padronizado;
  • Obviamente mais do que nunca, precisa ser responsivo!
  • Otimize a criação do conteúdo a ser enviado, alinhe o conteúdo que vai ser enviado, seja direto, lembre ele do que é importante;
  • Alinhe as necessidades de marketing / vendas / atendimento, informe novamente tudo o que for importante;
  • Utilize o conteúdo da melhor forma, seja redundante, nem todos estão sendo atingidos pelos outros meios de divulgação;
  • Infernize as pessoas que precisar dar aprovação em tempos de trabalho remoto
  • Faça os testes mais simplificados

Lembre-se do momento

Vamos utilizar o marketing e o email marketing para ações efetivas, como está sua empresa agora?

  • Está funcionando?
  • O tempo de atendimento/entrega aumentou?
  • O que mudou que o cliente precisa saber?
  • Estou atendendo de que forma?
  • Como os clientes e novos clientes devem me contactar?
  • Posso facilitar o pagamento dos meus serviços/faturas/cobranças?
  • Quais os canais preferenciais de atendimento?
  • Como informar melhor isso tudo por e-mail?
  • Seja direto no assunto do e-mail;
  • Use o CTA sabiamente;
  • Mantenha um box adicional de conteúdos somente sobre maneiras do usuário ser atendido pela empresa;

Ajuste os e-mails de boas vindas e as ofertas

Lembre-se da sua régua de relacionamento, se existir, ela precisa ser ajustada?

Todos os canais de atendimento do e-mail de boas vindas estão disponíveis?

Que ajustes são necessários nestes pontos?

Os usuários precisam de apoio

Tente ser o mais pessoal possível, tudo ajuda neste momento.

Atender bem é obrigação, se o usuário se sentir bem acolhido só melhora.

Nesse ponto a personalização ajuda muito. Assim como o teste A/B também pode fornecer informações valiosas sobre o humor da audiência neste momento.

Conforme o tempo passa o humor e a moral podem ser afetados, pense nisso.

Mantenha o que funciona

Não creio que seja o momento de tentar nada muito diferente, mantenha sua frequência e periodicidade dos envios.

Claro que pode enviar informes especiais sempre que mudar por exemplo seu atendimento, horários, canais, tempo de entrega e por aí vai.

Também se você resolver fechar ou suspender o atendimento é válido e educado informar.

Não tente apenas vender, alguma empatia ajuda.

Alguns cuidados importantes

Não é só você que teve a ideia de enviar e-mails neste período. Não é o momento de aumentar a frequência demais.

Considere manter-se por dentro da reputação de envios da sua ferramenta de email marketing.

Cuide da sua reputação consultando os relatórios de envios em até 48h após cada envio.

Siga cuidando da lista e respeitando o descadastro. Não vá coletar e-mails indiscriminadamente para aumentar a base e quem sabe manter as venas, não deve ser feito desta forma.

Se tem que respeitar o opt-out também precisa respeitar o (double) opt-in.

Mas sim, reengajar usuários em espera pode ser benéfico.

Lembre-se que se a lista envelhece a taxas de até 25% ao ano, pode ser que tenhamos um número maior neste ano em função de demissões.

Se o usuário estiver emburrado em casa, a chance dele marcar seu e-mail como SPAM pode ser ainda maior. Pense nisso.

Algumas ideias de conteúdos para enviar

Sei que isso sempre é um problema para os pequenos principalmente. coloquei algumas sugestões para você pensar.

  • Sugestões sobre o momento, educar os usuários sobre coronavírus – não muito, estão sendo bombardeados por todos os lugares;
  • Mande conteúdos relevantes do mercado;
  • Forneça alguma coisa útil para leitura ou download, preferencialmente no seu blog;
  • Um depoimento de algum usuário satisfeito com seu produto/serviço;
  • Sugestão de manutenção/ajustes neste período;
  • Um webinar ou vídeo que você produziu especificamente para este período;
  • Notícias e atualizações importantes;
  • Histórias de superação, sua ou de clientes/amigos/parceiros;
  • O que vem a seguir?
  • Como vocês vão ajudar eles neste momento?
  • Que tal apresentar alguns funcionários aos seus clientes?
  • Mostrar algum trabalho voluntário importante sendo feito;
  • Mostrar que a empresa sempre ultrapassou outras crises;
  • Uma pesquisa de satisfação;
  • Pedir sugestões para produtos/serviços e melhorias;
  • Os produtos mais vendidos;
  • Lembrar ele dos canais de atendimento;
  • Agradecer o apoio deles neste momento;

E siga se importando

Dê atenção aos e-mails que receber em resposta, se não receber nada, mais atenção ainda.

Observe mais ainda neste período os relatórios, conteúdos mais clicados, veja o que seus clientes estão realmente buscando ou estão mais interessados.

Não abuse, vamos ter que trabalhar muito, todos nós, neste período.

Eu tinha planejado escrever este post originalmente sobre como otimizar seu email marketing alguns meses atrás, porém as coisas mudaram radicalmente, então temos que nos adaptar.

Nada vai durar para sempre, nem esse período de incertezas. Vamos atrás, não desanime, foco, e comece os envios amanhã mesmo!

Imagem padrão
Gustavo Tagliassuchi
Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

Deixar uma resposta