Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

AMP para email marketing

AMP para email marketing

Desde que o AMP surgiu, para os sites, tenho visto muita gente reclamando, na verdade o que estamos fazendo com os nossos sites beneficia apenas o Google e suas estratégias. E agora a coisa está indo além, AMP para email marketing, como vai ser?

Surgiu em 2015

Na verdade, apenas para situar, as iniciativas de Accelerated Mobile Pages começaram a aparecer lá em 2015, e surgiram – não pelas mãos do Google inicialmente – com objetivos de deixarem sites mais rápidos e responsivos, com ou sem controvérsias.

Impacto no email marketing

Desde que o Google , AOL, Microsoft e Verizon disseram que iriam suportar o formato em seus e-mails, muita gente tem feito o mesmo.

O impacto disso na prática é uma interatividade adicional. Se o desenvolvedor / enviador do e-mail quiser criar seu e-mail com suporte a AMP, você poderá ter inclusive mais facilidades, como concluir tarefas iniciadas pelo link do e-mail, sem deixar o cliente de e-mail, sem precisar abrir uma aba no navegador, por exemplo.

Não pense que isso é uma coisa boa, embora melhore em alguns aspectos a experiência do usuário, creio que além de tirar uma camada de controle adicional sua e das suas iniciativas, abrimos uma brecha para os mal-intencionados de plantão criarem iniciativas para enganar usuários.

E sim, o seu uso vai impactar nas métricas, na conversão, no destino dos links. O engajamento pode sofrer com isso.

Coisas que serão possíveis

Os padrões de AMP para e-mail vão permitir que seus e-mails dinâmicos de email marketing contenham por exemplo, formulários, carrossel de imagens, acordeons e menus do tipo hamburger.

Mesmo esses recursos ainda dependerem de alguns “hacks” de HTML, CSS e JS.

Vá se preparando

Você precisará de conhecimentos adicionais de AMP para fazer códigos que utilizem esses recursos a pleno.

Além das tags, algum conhecimento de HTML, CSS e JS poderão ser necessários, embora a documentação da especificação esteja bem feita.

O email marketing normalmente exige uma parte MIME e o HTML, mesmo o MIME nem sempre sendo utilizado. Agora você terá mais uma parte MIME específica para o AMP (x-amp-html).

Mas atenção, não é apenas você conseguir escrever e codificar isso, a ferramneta de envio tem que suportar, e são poucas que o fazem atualmente!

Sim, isso significa que se as empresas de envio não quiserem, o AMP para email marketing poderá nunca decolar. Fique atento e faça suas pesquisas com seu provedor de envios.

Renascimento do e-mail HTML?

Não sei. Realmente, não sei. Acho que tem pontos interessantes, mas não consigo perceber isso como uma melhora no geral.

Acho que faltam pontos ainda a serem considerados, segurança é um deles, entrega é outro.

Só o tempo vai nos dizer se será uma iniciativa válida.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *