Onde hospedar o seu blog?

Onde hospedar o seu blog

Já pensou onde vai hospedar o seu blog? A hospedagem é o primeiro fator de sucesso de um blog. 

Devo utilizar hospedagem gratuita para hospedar meu blog?

  • Não
  • Nunca
  • Nem pense nisso
  • Definitivamente não

Enquanto você se pergunta porque não pode economizar uns trocados, só posso dizer por experiência própria que não vale a pena.

Utilize uma boa hospedagem para seu blog, e mantenha os e-mails separados da hospedagem do blog, por uma questão prática e de segurança.

Porque hospedar o seu blog em um local apropriado é importante?

  • A velocidade de carregamento do site influência no ranking do mesmo no Google;
    • 47% dos usuários esperam que a página carregue em menos de 2 segundos;
    • 40% vai abandonar o blog se ele demorar mais de 3 segundos para carregar;
    • Cada 1 segundo a mais de tempo de carregamento resulta em 7% a menos de conversão!
  • Usuários abandonam facilmente um site que demora para carregar;
  • Você pode ter problemas em função dos demais usuários do mesmo provedor de hospedagem;
  • A operação do blog pode ser afetada pela hospedagem;
  • Alguns hospedeiros baratos e gratuitos tem versões antigas do PHP, brechas de segurança conhecidas e não costumam dar atenção ao suporte técnico aos usuários;
  • A quantidade de acessos simultâneos impacta o blog;
  • O consumo de recursos do seu blog (em hospedagens gratuitas ou muito baratas) pode impactar e você sofrer penalizações do provedor de hospedagem, como seu site ficar fora do ar e inacessível;
  • Se o provedor informa que garante 99% do tempo no ar, saiba que isso significa que seu blog poderá ficar até 3 dias e 15h fora do ar por ano, entenda os números:
    • 99.999% uptime = 5 minutos fora do ar / ano
    • 99.99% uptime = 53 minutos fora do ar / ano
    • 99.9% uptime = 8 horas 45 minutos fora do ar / ano
    • 99% uptime = 3.65 dias fora do ar / ano
  • As versões mais atualizadas de PHP e banco de dados também influenciam muito;
  • Se existe backup e o tempo que ele fica disponível para você utilizar, e eventualmente o valor cobrado para recuperar;
  • Alguns provedores estão no exterior, então é bom testar, eles podem ser muito melhores que os que estão aqui no Brasil, e muito mais baratos!
  • O suporte também é importante, alguns trabalham por telefone, chat e e-mail e normalmente respondem muito rapidamente via tickets;
  • Prefira inicialmente planos mensais de hospedagens, ou trimestrais, não se amarre até ter certeza que o provedor é bom.

Então vamos aos fatos, vou lhe sugerir algumas hospedagens, desde a mais barata até a mais sofisticada, e você escolhe como quer começar, e para seus e-mails, recomendo que comece com apenas uma conta de e-mail, junto ao Google, utilizando o serviço deles específico para este fim.

Alguns dos links a seguir oferecem alguns descontos para você, normalmente serão observados na hora de efetuar o pagamento e respeitando-se as condições de cada um dos fornecedores.

Se não visualizar os descontos me avise, mas tenha em mente que cada empresa tem suas políticas distintas.

Se quiser os links diretos

A partir daqui detalhei um pouco cada um dos serviços sugeridos.

Google Apps

Além do e-mail com espaço gigantesco, você terá ainda os demais serviços do Google, calendário, agenda, contatos (nunca mais perca os contatos do seu celular), documentos, planilhas, etc.

E o mais importante, caso tenha que mudar de provedor de hospedagem em algum momento, seus e-mails continuarão no mesmo lugar, você muda o site e não mexe nos e-mails!

Você tem ainda aqui duas opções, o padrão com 30GB de espaço para seu e-mail e armazenamento online de arquivos, que lhe custará US$ 5,00 por mês (um pouco menos se o pagamento for anual), ou US$ 10,00 mês (ou um pouco menos para pagamentos anuais) por conta de e-mail, com espaço ilimitado e outras facilidades como backup, pesquisa nos e-mails e mais segurança.

Tá achando caro? Lembre-se que poderá eliminar um Office e um Dropbox dependendo do seu uso!

Big Scoots

Utilizo o Big Scoots há bastante tempo. Eles tem diversos tipos de planos lá. Se já tive problemas com eles? Certamente! Mas o que diferencia um provedor do outro é a maneira como tratam os problemas e o atendimento aos clientes. Super recomendo!

Utilize este código promocional J1V9Y863B3SG creio que ele vai lhe dar um desconto interessante para pagamento trimestral, semestral e anual. Confira no site do BigScoots.

Site Ground

Um dos provedores mais especializados em WordPress (também em Joomla), oferece facilidades como integração com CloudFlare (CDN), backup automático, segurança reforçada e excelente suporte aos usuários. Confira no site do SiteGround.

Mas e os provedores brasileiros?

Sempre testei muito onde hospedar meus blogs, então posso falar com propriedade e sugerir onde você pode hospedar o seu blog.

Você pode estar se perguntando: Mas esse cara é maluco, só coloca provedor no exterior?

Sim, e explico, os provedores acima eu testei. Testei mais de uma 150 de provedores diferentes nos últimos 20 anos, e continuo testando, analisando e aqui somente disponibilizo os que se pode confiar.

Não vou fazer uma listas de melhores e piores porque não é este o objetivo do post. Posso inclusive ter tido insucesso em um determinado provedor que funciona perfeitamente para outros usuários.

Mas o que posso garantir é que os provedores acima normalmente tem alta disponibilidade, garantia do nível de serviço, e não vão cortar seu blog por alguma coisa que não esteja realmente muito errada!

E em caso de dúvidas e sugestões, faça um comentário ou entre em contato! Se quiser sempre receber as novidades assine nossa newsletter!

O que estão falando sobre hospedar o seu blog?

Segundo uma pesquisa da CodeinWP, com cerca de 500 usuários de WordPress, os melhores provedores atualmente são os seguintes, pela ordem:

  • Kinsta
  • Flywheel
  • Digital Ocean*
  • SiteGround
  • DreamHost*
  • InMotion*
  • Media Temple*
  • WP Engine
  • Namecheap
  • HostGator*
  • GoDaddy*
  • Bluehost*

Os que estão marcados com * são os que já testei!

O que é importante saber sobre quem respondeu a pesquisa

  • 78% dos entrevistados está satisfeito com seu provedor atual;
  • 87% recomendam os mesmos para outras pessoas;
  • Sobre os valores pagos;
    • 12% paga até US$ 5,00 mês;
    • 27% paga entre US$ 5,00 e US$ 10,00 mês;
    • 10% paga mais de US$ 100,00 mês;
  • Os sites (feitos com WordPress) mais populares são;
    • Web sites corporativos;
    • Web sites pessoais;
    • Lojas virtuais;
    • Blogs clássicos;
    • Revistas online;
  • Em média cada um que respondeu tem 10 blogs ativos;
  • 64% já testou e utilizou mais de 3 empresas de hospedagem;
  • Em média eles estão utilizando o mesmo provedor de hospedagem à 26 meses;

Análises independentes de hospedagens para WordPress

Mas e se você já tem um blog hospedado, como saber se está bom ou não?

Bem, primeiro de tudo comece monitorando o tempo de uptime, ou seja, descubra quanto tempo seu blog/site tem ficado no ar. Recomendo começar pelo UptimeRobot ou pelo Monitive.

Ambos na versão gratuita monitoram apenas em intervalos de 5 minutos, o que já deve servir. O Monitive deixa você fazer uma trial por alguns dias, então tende a ser mais efetivo.

Depois disso, você pode também utilizar alguns plugins específicos, sugiro começar com o wp Hosting Performance Check se estiver confiante com os tipos de dados exibidos.

É importante lembrar que o WordPress pode ser migrado. Provedor de hospedagem não é casamento! Você tem que ter liberdade de mudar a hora que quiser, por isso prefira planos mensais ou trimestrais, para evitar amarras.

Confira o vídeo

E para finalizar, comente aí suas dúvidas e eu respondo rapidamente ok?

Créditos da imagem utilizada: Icons made by Freepik from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *