Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Escolha o tema do seu curso online

Escolha o tema do seu curso online

Uma dica boa para a escolha do tema do seu curso online é pensar sobre aquilo que você decidiu ensinar. Se você já for um educador pode ser mais fácil.

Mas se você nunca ensinou nada isso não é um problema. Todos nós podemos falar sobre diversos assuntos, mas se você já tem uma ideia sobre o assunto do seu novo curso, então mãos a obra.

Senão eu vou tentar ajudar você a encontrar o assunto.

Assuntos que você tem conhecimento

Sempre é bom listar aqueles assuntos que você já domina, aqueles assuntos que você gosta muito, ou aqueles assuntos que você é sempre consultado quando alguém tem dúvidas.

Você trabalha com o que?

Normalmente já temos uma linha de atuação profissional. Isso pode lhe ajudar a descobrir um assunto ou uma motivação adicional para fazer o seu curso.

Quais os seus hobbies?

O que você faz para passar o tempo? Já pensou em ensinar outros a fazerem o mesmo?

Quais suas paixões?

O que faz você pensar ou dedicar tempo sem perceber?

O que os seus amigos e vizinhos lhe pedem sempre que eles tem dúvidas?

Você sempre é consultado quando o assunto é o computador com problemas? Sempre que alguém vai reformar alguma coisa no prédio pede sua opinião técnica?

Faça uma pesquisa de mercado

Já tem algumas indicações? Surgiram algumas coisas esparsas ou relacionadas? Que tal dar uma pesquisada?

Veja os cursos concorrentes

Se já está mais ou menos encaminhado o assunto, pesquisa outros cursos da mesma área ou relacionados

Anote a estrutura de ensino, isso pode lhe dar uma ideia do que os concorrentes estão oferecendo ou o que o mercado está querendo sobre o assunto.

Mas isso é uma indicação, você sempre pode inovar e fazer do seu jeito!

Leia os livros da área

Sempre tem alguma coisa boa para ser lida a respeito dos mais variados assuntos.

Pesquisa nos sites das principais livrarias, livros físicos ou e-books, não importa, sempre é válido.

Olhe também as avaliações dos livros, lá você terá informações valiosas sobre o que os leitores pensam, se encontraram ou não o que buscavam, se estava muito raso ou muito aprofundada a linguagem do livro.

Mecanismos de busca

O Google e o Bing estão aí. Que tal dar uma reforçada no material lendo pelo menos as duas primeiras páginas da pesquisa sobre o assunto escolhido?

Grupos de discussão

Sim ainda existem. Se for o caso no nicho que você pretende fazer o curso, se tiver conhecimento, vá e debulhe, você pode encontrar informações de grande valor.

Pesquise as dores e os problemas, são normalmente os melhores pontos de partida.

Consulte seus clientes

Se você atua no mercado sobre o qual pretende fazer um curso, nada melhor que perguntar aos seus clientes.

Perguntas diretas, mostre rascunhos, veja o que eles acham, se comprariam tal curso.

Leia tudo o que puder

Já falei sobre livros, mas leia todas as fontes de dados que tiver à disposição. Se for necessário ir a uma biblioteca, vá.

Crie esquemas

Eu só funciono com esquemas, mapas mentais, normalmente rabisco no papel, depois transformo em esquemas digitais com o auxílio do Xmind.

Rabisque

Da mesma forma, esquemas, listas, comparativos, funciono mais rapidamente escrevendo e anotando tudo o que faz sentido, ou em folhas de rascunho ou em moleskines.

Anote tudo

Tudo pode fazer sentido, vá anotando, faça referências, cruze os dados. Consulte, re-consulte, ajuste, não descarte nada de imediato.

Valide a ideia

Já está mais ou menos claro o assunto? Do que trata o curso? Pergunte a um potencial cliente o que ele acha.

Pesquisa por termos similares à sua ideia. Veja o que tem por aí.

Capriche no nome

Claro que nome bonito é melhor, mas um nome é melhor que nenhum nome.

Ao fazer sua pesquisa, vá anotando os nomes de cursos similares, veja o que faz sentido. Não precisa copiar, embora as vezes seja bem difícil não copiar.

Lembre-se é a primeira coisa a ser pesquisada/encontrada posteriormente. Gaste um tempo aqui.

Mas não exagere!

Outras postagens sobre educação a distância

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *