Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Motivos para fazer vídeo marketing

Motivos para fazer vídeo marketing

Existem dezenas de motivos para você fazer vídeo marketing. Partindo do princípio que a comunicação mais eficaz vem de interações cara a cara, fica mais fácil entender porque o vídeo é importante na sua estratégia.

Segundo a WordStream, depois de assistir vídeos de vendas de empresas em redes sociais, 64% dos usuários ficam motivados a fazer uma compra. Os profissionais de marketing percebem um crescimento de receita em torno dos 49%, mais rapidamente do que se não utilizassem vídeos.

Ainda, segundo a Hubspot, 87% dos profissionais do marketing preferem vídeo, pelos recursos multimídia, e o Google informa que 50% dos usuários aguardam felizes para receber um vídeo.

Já os amigos da Vidyard têm três boas razões para acreditar no poder do vídeo, o vídeo é muito mais eficaz do que uma mensagem textual, o vídeo é simples e seguro e o vídeo é envolvente e divertido. Para mensagens internas nas empresas é ainda melhor.

E para fechar, o usuário retém 95% da mensagem quando a assiste em vídeo, contra apenas 10% de retenção quando ela é lida em um texto.

Então fica mais fácil, certo? Particularmente é muito mais rápido gravar um vídeo para enviar, cerca de 150 palavras por minuto de uma pessoa normal, contra 40 palavras por minuto que você conseguiria digitar.

Além do quê, o receptor tem uma sensível percepção de proximidade com quem envia um vídeo.

Motivação para fazer vídeo marketing

Bem, eu planejei este conteúdo com segundas intenções, iria virar um livro, e depois um curso, mas dei um passo para trás e resolvi melhorar minhas habilidades ao mesmo tempo que compartilharia isso tudo aqui com você.

Então eu quero sim ter benefícios com vídeo marketing, principalmente melhorando minhas habilidades neste ponto, e é claro, trazendo benefícios para meu canal no YouTube e para este blog aqui.

Além de fazer o Google me amar mais, vou melhorar minhas habilidades em frente às câmeras, bem como na edição de vídeos. É um dos meus pontos para 2020.

O Google adora sites que tem vídeos, ainda que faz com que tenham melhor rankeamento nos resultados das buscas. Além disso um vídeo que descreve um produto ou serviço faz todo o sentido nos dias de hoje.

Vou fazer diversos tipos de vídeos neste ano, para explicar posts ou simplesmente ideias. Vou otimizar e fazer coisas úteis para meus usuários – como você.

E se eu conseguir ajudar em pelo menos um item relativo à vídeo marketing, objetivo alcançado!

Quero que você consuma os vídeos tanto no desktop quanto no mobile, e se compartilhar, quero que quem assistir tenha acesso a todos os recursos da mesma maneira.

Não vou virar YouTuber não, mas vou subir um degrau na escada dos vídeos.

Benefícios do vídeo para pequenas empresas

Mesmo produzindo vídeos desde 1994, eu como pequeno empresário também costumava achar o vídeo uma coisa para grandes empresas.

Tem de planejar, tem que capturar, tem que editar e tem que distribuir direito. O fato é que as tecnologias nunca estiveram tão ao nosso favor, pequeno colega.

O vídeo nos ajuda em diversos pontos, tais como:

  • Melhora a percepção da marca;
  • Normalmente aumenta vendas e conversões;
  • Melhora o engajamento social e a relevância;
  • Cria confiança e gera uma boa percepção aos usuários – criam conexão pessoal;
  • Ajuda a melhorar nossas classificações nos mecanismos de busca – SEO (muito importante);
  • O vídeo melhora o ROI;
  • Usuários em deslocamento adoram assistir vídeos no mobile;
  • O vídeo pode ser um aliado no email marketing;
  • As pessoas não tem mais tempo, vídeo é mais prático;
  • As pessoas preferem vídeos a lerem textos, na maioria dos nichos de atuação;
  • Os vídeos são mais compartilhados que textos!

Sim, o Google gosta, se está no YouTube, ajuda a indexar, melhora o resultado no Google, ponto.

Dados importantes sobre vídeo marketing

  • Em 2020 mais de 82% do tráfego da Internet será de vídeos;
  • Mais de 5 bilhões de vídeos são assistidos diariamente;
  • Só no YouTube são 1 bilhão;
  • Aliás, o YouTube é o segundo maior mecanismo de busca, atrás apenas do Google;
  • A audiência entra 18-45 anos do YouTube é maior que qualquer canal ou rede de telecomunicação;
  • 45% dos usuários assistem mais de 1h de vídeos por semana no YouTube e Facebook;
  • Os vídeos geram 1200% mais compartilhamentos sociais que textos e imagens combinados;
  • O Social Media Examiner informou que as postagens deles com vídeos tem 135% mais alcance orgânico do que as que tem apenas fotos;
  • Quem utiliza vídeo nas ações de marketing recebem em média 41% mais tráfego;
  • Mais de 52% dos profissionais de marketing nomeiam o vídeo como o tipo de conteúdo com o maior ROI (imagina se juntar com o email marketing);
  • Aliás, vídeo no e-mail aumenta a taxa de cliques em 63%;
  • A maior parte dos vídeos são menores que 60 segundos, independente do nicho da empresa ou do faturamento;
  • O HootSuite diz que mais de 50% das visualizações no YouTube são em dispositivos móveis;
  • Segundo a Forbes 51% dos executivos com menos de 40 anos tomaram decisão de compra depois de assistirem a um vídeo;
  • Para a Animoto 25% dos usuários perde o interesse se no descritivo do produto não tem um vídeo;
  • Cerca de 25% dos compradores online pesquisa um vídeo antes de efetuar a compra;
  • A HubSpot afirma que nosso cérebro processa recursos visuais 60.000 vezes mais rápido que ler um texto;
  • As empresas de tecnologia e fabricantes em geral são as que utilizam mais vídeos na estratégia de marketing;
  • 67% dos millenials acham que podem encontrar vídeos sobre qualquer tipo de assunto no YouTube;
  • No Facebook os vídeos são 89,5% mais compartilhados que os outros tipos de conteúdos;
  • Somente 9% das pequenas empresas estão fazendo vídeos com regularidade;
  • Vídeos no Instagram dão 2X mais engajamento do que em outras redes sociais, e também tem menos de 30 segundos;
  • O YouTube informa que o tamanho ideal dos vídeos deveria ser entre 5 e 7 minutos;
  • O pessoal da Creative Atmosphere do Canadá informa que um terço de todos usuários da Internet assistem YouTube;
  • De acordo com a Aberdeen, o custo médio por lead gerado em marketing é 19% menor para empresas que utilizam vídeo;
  • Quase 40% dos marketeiros utilizam o LinkedIn para compartilhar vídeos;
  • Uma página de produto sem vídeo converte em média 0,47% dos usuários, com vídeo a taxa de conversão pula para 2,79% – números médios, globais e absolutos;
  • Vídeos colocados em landing pages podem converter 80% mais do que sem vídeo;

Vídeo marketing como parte da sua estratégia de publicidade

  • Auxilia clientes a entenderem melhor as ofertas;
  • Traz mais conversões diretas;
  • Transmite grandes volumes de informações rapidamente;
  • Ensina clientes e educa espectadores imediatamente;
  • Cria conexão com sua marca;
  • Cria anúncios compartilháveis;
  • Dá um up na estratégia simplesmente por entregar vídeos;
  • Cria fantásticos e eventuais eventos virais;
  • Aumenta a receita;
  • Influencia decisões de compra;
  • Aumenta o tráfego orgânico;
  • Aumenta os backlinks;
  • Alcança tomadores de decisão;

Dicas para quem vai produzir vídeo marketing

  • Apresente-se e explique de maneira simplificada o que você faz;
  • Primeiro conte uma história, não tente vender nada, 80% dos usuários preferem marcas que contam histórias como parte do marketing;
  • Aproveite os 10 primeiros segundos, o usuário é um peixinho dourado, é neste período que ele quer a resposta da pergunta: O que tem nesse vídeo para mim?
  • Coloque legendas, de alguma maneira, 85% dos vídeos na Facebook são assistidos sem som, no Instagram e Twitter são números parecidos, além disso você atinge uma parcela importante dos usuários – normalmente esquecidos – cerca de 5% da população mundial que tem problemas de audição;
  • Otimize seu vídeo para pesquisas, sim, vídeo tem SEO, utilize os recursos disponíveis e faça o vídeo trabalhar mais por você;
  • E quando for finalizar, coloque um CTA claro, isto é, se quiser que o usuário faça alguma coisa, peça a ele diretamente!
  • Faça lives e transmissões online, vídeos espontâneos;
  • Utilize vídeos para resolver problemas dos seus clientes;
  • Promova mais sua empresa, seus produtos e serviços utilizando vídeos;
  • Agradeça aos seus clientes;

Melhorando meus cursos online

Como você já deve saber, tenho alguns cursos publicados, nele eu já coloquei vídeos, muito poucos comigo diretamente na frente da câmera, a maioria é screencast, então vou melhorar os cursos utilizando o vídeo marketing.

E fechando

Primeiro educar, entreter, divertir, ensinar e depois somente tentar vender com vídeo marketing!

Importante lembrar que os vídeos potencializam os posts no blog, então acho que a tendência é melhorar no geral.

Lembrando que você pode utilizar seus dados de analytics para começar, pode ser pelo vídeo e depois transcrição para o blog, quem sabe?

Pense nisso!

Confira um vídeo do Steve sobre a razão número um para fazer vídeos

Posts relacionados desta série

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *