Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Monetizando o seu blog

Monetizando o seu blog

Talvez a maior motivação (e errada) para alguém montar um blog seja pensar apenas nas opções de monetização de um blog.

As pessoas lêem coisas fantásticas sobre blogs faturando muito com monetização e acham que é simples assim. Todo mundo fala em técnicas e cursos sobre monetizar o seu blog.

Se existir um mantra aqui, ele é: Transforme leitores do blog em clientes que pagam.

Mas não é simples assim! Monetizar um blog é um processo normalmente longo, e os resultados – se aparecerem – podem demorar a chegar num patamar que muitos achem atrativos.

Antes de mais nada

  • Blogueiros de sucesso são maratonistas, não corredores de tiros;
  • Blogueiros de sucesso tem uma paixão inabalável;
  • Blogueiros de sucesso são autodidatas e automotivados;
  • Blogueiros de sucesso são criativos;
  • Blogueiros de sucesso são consistentes;

Mas a parte boa é que você pode se tornar um blogueiro de sucesso!

Como monetizar o meu blog?

  • Pense primeiro em produzir conteúdo de qualidade;
    • Posts no blog;
    • Vídeos no YouTube;
    • Posts em redes sociais;
    • e-books;
    • Apresentações;
    • Podcasts;
  • Faça o usuário se cadastrar para receber sua newsletter de maneira simplificada;
  • Comente em outros blogs do mesmo segmento para ganhar links de retorno, mas não abuse;
  • Escreva posts como convidado em outros blogs para ganhar links de retorno e relevância;
  • Escreva também sobre as tendências da semana;
  • Faça concursos, dê brindes, colete os nomes;
  • Engaje a audiência nos comentários e nas redes sociais;
  • Linke para outros blogs quando achar relevante, sem medo;
  • Participe de grupos e redes de blogs do seu nicho;
  • Crie uma comunidade;

Existem diversos tipos de monetização em blogs

Tudo começa assim:

  • Na escolha do nome e domínio;
  • Na definição da plataforma;
  • No tipo de conteúdo;
  • No layout do blog;
  • No design do conteúdo exibido;
  • Na maneira como você coleta informações do seu público;
  • E por aí vai.

Entenda que existem muitas maneiras de monetizar um blog, resta descobrir qual a que vai funcionar melhor no seu caso. Confira o esquema a seguir, baseado no método do mestre Darren Rowse – ProBlogger. Porém lembro que Darren oficialmente divulga seu método desde 2007, então é de se esperar que algumas coisas tenham perdido relevância.

esquema monetizando o seu blog

O que tem funcionado para mim:

  • Banners de redes de anúncios
  • Banners em vídeos no YouTube
  • Posts patrocinados
  • Marketing de afiliados
  • Serviços

Essas acima me renderam e ainda me rendem alguns reais todos os dias. Mas entenda que nem sempre de imediato a melhor alternativa é entupir o seu blog de banners em todos os espaços disponíveis.

Monetizações que estou testando:

  • Cursos
  • Livros
  • e-books

O que está se fazendo com mais frequência agora para monetizar os blogs

Segundo alguns especialistas como o pessoal do WP SuperStars, atualmente uma parcela significativa dos blogs que mais monetizam tem feito principalmente isto:

  • Marketing de afiliados;
  • Anúncios;
  • Venda de e-books;
  • Venda de serviços;
    • Consultoria;
    • Coaching;
    • Mentoria;
  • Venda de produtos físicos;
  • Venda de produtos digitais;
  • Venda de conteúdos especiais / premium;
  • Posts patrocinados no blog;
  • Posts patrocinados nas redes sociais;
  • Podcast;
  • Canal no YouTube;
  • Venda de acesso à comunidades;
  • Webinars pagos;
  • Eventos pagos;
  • Cursos pagos;
  • Palestras.

Mas não é sair fazendo! Primeiro é preciso criar a sua reputação. Deixar que a sua audiência perceba que seu conteúdo é importante e interessante, ou ao menos relevante para o que eles estão precisando no momento.

Demonstrando sua paixão a cada post escrito, então você terá num segundo momento os ingredientes para começar a monetizar de alguma forma.

Mas o seu objetivo não pode ser criar um blog para faturar, isso é consequência do resto!

Algumas razões pelas quais os blogs falham

  • Não ter nenhum objetivo;
  • Acreditar que blogar é fácil e requer pouco esforço;
  • Escolher um nicho apenas pelo “potencial de faturamento”;
  • Não ter um domínio próprio;
  • Ter uma hospedagem ruim;
  • Escrever algum conteúdo de qualidade e esperar que as pessoas encontrem;
  • Não ter divulgação adequada;
  • Acreditar que é possível ficar rico em um mês de trabalho;
  • Ser inconsistente na gestão do blog;
  • Ter um layout ruim;
  • Enfiar anúncios demais em um blog recém criado;
  • Não ter seu formulário de opt-in;

Então, avalie, estude, pense, e faça! Se eu consegui, você também conseguirá. Mas lembre-se, não tem almoço grátis.

Quer saber quais são os blogueiros que mais faturam? Então acesse aqui o post do Authority Hacker.

Confere o vídeo

Créditos da imagem utilizada: Designed by Freepik

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *