Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Prós e Contras do WordPress

Pros e Contras do WordPress

Embora rode em mais de 25% de toda a web, o WordPress ainda sofre muito preconceito. Os prós e contras do WordPress que consigo enumerar estão relacionados abaixo, acompanhe!

Prós do WordPress

  • É gratuito e open source: O WordPress e uma boa parte dos plug-ins e temas é disponibilizado sob a licença GPL v2, que significa a grosso modo que você pode gratuitamente modificar o código e distribuir suas modificações se quiser, sem pagar nenhum tipo de taxa.
  • Fácil de instalar: Baixando e fazendo o processo manualmente ou utilizando a instalação automática do WordPress, hoje não tem mais desculpa. Se tiver alguma dúvida procure no mecanismo de busca ou ainda algum vídeo de tutorial passo a passo.
  • Torna fácil o processo de criar um site ou blog: Fácil e relativamente rápido montar um site com a ajuda de um bom template de fácil personalização. E montar um blog então nem se fala.
  • A criação, agendamento e postagem de conteúdo é intuitiva: Embora o editor de posts seja limitado, o processo todo é de fácil utilização pelos usuários, envio de imagens e inserção de mídias também. Com a ajuda de plug-ins de otimização de imagens fica ainda melhor.
  • Otimizado para mecanismos de busca: Embora não 100%, o WordPress é muito amigável com os mecanismos de busca, com plug-ins adicionais fica perfeito!
  • Fácil de encontrar dicas e treinamentos: Em mecanismos de busca e sites de vídeos existem conteúdos fantásticos, aos milhares, então não tem desculpa para não aprender, dúvidas básicas e avançadas.
  • Pode ser melhorado com plug-ins: Tudo praticamente pode ser extendido com o uso de plug-ins no WordPress. Procure primeiro os gratuitos, bem ranqueados e atualizados, senão utilize algum plugin pago, que normalmente vale o investimento.
  • Excelente customização: O layout, exibição, widgets, cabeçalho, rodapé, tudo pode ficar do seu jeito.
  • Permite utilizar layout personalizado e facilmente responsivo: Utilizando-se o template adequado, tudo fica mais fácil.
  • Permite gerenciar níveis de usuários facilmente: Você pode facilmente criar níveis de usuários para gerenciar os tipos de acesso de cada um.
  • É integrável com outras plataformas e serviços: A API e a estrutura do WordPress permite integrações fantásticas com outros serviços.
  • Possui facilidades para e-commerce: Você pode facilmente montar uma loja dentro do seu site ou blog.
  • Grande suporte da comunidade: Neste momento olhando no site oficial temos 47.562 plugins e mais de 5.000 temas disponíveis. Sem falar nos incontáveis blogs, fóruns e grupos de suporte a usuários leigos até avançados.

Contras do WordPress

  • Otimização pode ser difícil: Se você não tiver algum conhecimento prévio pode não ser tão fácil personalizar o WordPress e deixar ele como você quer ou precisa.
  • Grandes sites podem ser um problema: A performance não é o forte do WordPress, mas ainda assim isso pode ser corrigido com a hospedagem adequada e alguns serviços adicionais como cache e CDN.
  • Integração com redes sociais: Ainda precisa evoluir, não é simples integrar e postar nas redes sociais de maneira adequada, e a maioria das opções adicionais de terceiros para fazer isso são limitadas em suas opções gratuitas. De qualquer forma tem alguma coisa paga que resolve o problema.
  • Ajustar a performance: Embora tenhamos ferramentas, ajustar a performance não é tarefa das mais fáceis no WordPress, exige conhecimentos mais avançados.
  • Internacionalização: Ainda não é tarefa fácil criar site multi idiomas, requer conhecimentos e serviços adicionais de terceiros, e eventualmente tornam o processo de gerenciar o conteúdo WordPress mais trabalhoso.
  • Hospedagem: Normalmente a maioria dos problemas do WordPress começam dentro da hospedagem barata e insegura. Então pense bem, se o blog será criado para você monetizar, ou se for o site de uma empresa, ou serviço, não se deve economizar na hospedagem certo?
  • Segurança: Sabemos que muitos sites do WordPress são invadidos e servem de ponte para ataques e disseminação de códigos, mas a parte boa é que isso pode ser resolvido com a ajuda de plug-ins e serviços específicos, além das boas práticas de segurança. É claro que atualizar e ficar ligado nos bugs descobertos ajuda também.
  • É fácil encontrar plug-ins e temas de baixa qualidade: O que remete a problemas de segurança adicionais aos da hospedagem, então cuida ao selecionar este tipo de item.
  • Backups: Sem ficar dependente da empresa de hospedagem, ative um serviço de backup na nuvem, porém este processo poderia ser facilitado dada a sua importância e criticidade. É claro que empresas nos fornecem isso a preços razoáveis.
  • Atualizações frequentes: Embora a correção de bugs seja fundamental, a frequência das atualizações eventualmente cria novos problemas, coisas deixam de funcionar, temas quebram e plug-ins tem comportamentos erráticos. Então o calendário de atualizações e a escolha do usuário para fazê-las poderia ser melhor gerenciada.

De qualquer forma e para ficar muito claro, minha posição ainda é totalmente a favor da utilização do WordPress para a criação de blogs e web sites – de todos os tamanhos – pois os pros superam os contras com larga vantagem.

Sem falar que o futuro próximo nos reserva excelentes surpresas na evolução do WordPress e do ecossistema que o rodeia.

Então não fique com medo, o objetivo deste post foi mostrar os dois lados da moeda, e permitir que você eventualmente se precisar avaliar tenha elementos adicionais para a sua pesquisa.

E lembre-se, grandes empresas o utilizam, abaixo um infográfico demonstrando o crescimento da utilização do WordPress por parte de empresas e agências. Feito pelo pessoal da Pantheon, uma excelente empresa de hospedagem.

WordPress Moves Upmarket

Copyright: Image by StockUnlimited Imagem de destaque.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *