Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Como fazer um webinar

Como fazer um webinar

Vamos descobrir de maneira simples como fazer um webinar. Mas também vou mostrar as melhores opções de ferramentas para você fazer isso.

O que são webinars?

Os webinars são a melhor maneira de criar uma conexão forte com uma audiência específica, que pode ou não ser uma base de clientes ou interessados no que você faz.

É baseada fortemente em vídeo, áudio e interação da audiência.

E sem dúvida é uma das melhores maneiras de se fazer marketing de conteúdo com qualidade.

Tipos comuns de webinars

  • Webinar ao vivo: é o normal, você ativa a transmissão, as pessoas vão entrando no ambiente, você começa a falar na sua câmera, apresenta um PowerPoint ou o seu conteúdo da maneira mais conveniente, eventualmente tem alguma interação via chat, faz perguntas e finaliza;
  • Webinar gravado: você grava previamente o seu webinar e disponibiliza para os usuários. É muito utilizado, pois permite produzir um conteúdo melhor e de mais qualidade, evitando contratempos da transmissão ao vivo. Muitos iniciam os webinars ao vivo, conversando realmente em tempo real, e depois ativam sua apresentação gravada previamente, você pode fazer da melhor forma, mas NUNCA engane a audiência;
  • Webinar recorrente: A maioria das ferramentas permite que você grave o seu webinar, ou suba um vídeo, como no exemplo acima. Lembre-se que isso tem um custo de infraestrutura, se a ferramenta for gratuita pode ter o tempo reduzido, se for paga você tem vantagens, e ele pode ficar disponível indefinidamente. A vantagem é que ele pode ser apresentado o tempo todo, isto é, as pessoas entram no seu site/blog ou material de divulgação a qualquer tempo e podem assistir quase que imediatamente. É uma excelente alternativa;
  • Webinar de coaching: quando você é um coach, treinador ou consultor, demanda um webinar para muitos “alunos”, poucos alunos ou mesmo unitário, para pessoas que pagam pelo seu tempo, pode utilizar os recursos para fazer desta forma, atendendo mais gente ao mesmo tempo. Mas deixe claro que será desta forma, não venda seu tempo 1:1 e depois atenda em 1:N que você vai queimar o se filme;
  • Webinar mastermind: da mesma forma que o exemplo anterior, visa manter o relacionamento recorrente com pequenos grupos em horários definidos ou pré-agendados. Eventualmente existe mais de um apresentador ou convidados apresentando;
  • Outros tipos: webinar educacional, painel de especialistas, tendências da indústria, entrevistas com especialistas e outros.

Principais usos para um webinar

  • Marketing de conteúdo: é uma das ferramentas mais poderosas para geração de conteúdo relevante, interativo e com audiência engajada;
  • Geração de conteúdo: lembre-se que você tem uma peça de vídeo de 1h, 2h ou mais. Além de segmentar em vídeos menores e reutilizar, tem opção de transformar a apresentação ou áudio em conteúdo textual, inteiro ou resumido, para virar um post no seu blog por exemplo;
  • Cursos ao vivo: continua sendo uma das ferramentas mais utilizadas para cursos em tempo real. Em tempos de pandemia também vemos muitos apresentadores inexperientes que deixa a audiência ter mais controle do que deveriam sobre suas apresentações, e mesmo que engraçadas podem comprometer a experiência dos outros usuários;
  • Venda de produtos: segue também sendo uma ferramenta excelente para demonstração de produtos, ao vivo e gravados;
  • Demonstração de serviços: também se presta totalmente à demonstração de serviços, com todo tipo de recursos audiovisuais para apoiar sua apresentação.

O que você precisa para fazer um webinar?

  • Uma ferramenta de webinar: existem dezenas, vou listar logo mais muitas, a maioria paga, mas também excelentes opções gratutitas para você começar;
  • Um computador, celular ou tablet: é claro que devemos começar com o que temos disponível sem dúvida. Mas eu recomente fortemente que você sempre faça a transmissão a partir de um computador, os recursos são melhores, o controle é melhor e fica muito mais fácil gerenciar desta forma. De fato muitas ferramentas embora digam que suportam celulares e tablets, o fazem com falta de recursos ou mesmo com bugs que comprometem o resultado;
  • Uma webcam: sempre bom ver quem se comunica conosco certo? Preferencialmente fique em um ambiente neutro, fundo neutro ou organizado, com a maior quantidade de iluminação que puder, se não tiver lâmpadas que possa colocar perto (abajur mesmo), tente ficar próximo a uma janela. Uma dica de nerd é colocar uma imagem branca na TV e deixar ela próxima do rosto, ilumina bastante, mas cuide para não queimar o aparelho;
  • Um microfone: comece com um microfone de lapela ou preferencialmente com o headset, aí você tem o microfone e o áudio para controlar mais facilmente;
  • Uma boa conexão com a Internet: não tem jeito, não me venha dizer que tem 200Mb da empresa X e o upload (que é o que interessa aqui) é de apenas 12Mb. Quando for fazer a transmissão peça as demais pessoas do ambiente que não consumam conteúdos pela Internet;
  • Uma apresentação / conteúdo: e é claro a mensagem, o principal que vai ser transmitido ao usuário, capriche e sempre melhore a sua apresentação!

Conteúdo do webinar

  • Planeje: planeje, planeje, planeje e só depois execute. Se for um PPT ou Keynote, evite a pirotecnia, seja direto, transmita rapidamente e sem rodeios a mensagem. Se tiver outros conteúdos a serem utilizados, deixe todos previamente selecionados, vídeos prontos para serem executados, janelas de navegador abertas, software carregado e por aí vai;
  • Grave tudo e depois reveja: é uma das coisas boas, reveja para ver o que funcionou e o que não ficou tão bom e melhore na próxima apresentação;
  • Comece pequeno: aqui estou falando do tempo, só se alongue se tiver realmente conteúdo relevante a apresentar, senão apresente apenas o suficiente, não enrole. Webinar com mais de 1h apenas se você for o mestre daquilo que está apresentando, ou tiver conteúdo para tal. Veja, não estou dizendo para você resumir, se você tem demanda para mais tempo e a audiência estiver sabendo e de acordo, siga em frente nas suas 2 ou 3h;
  • Fale e mostre tudo: não enrole, não invente um novo webinar para contar o segredo da fórmula de lançamento, ao final do seu webinar o usuário tem que ter assimilado a mensagem e o conteúdo prometido antes de ter assistido, simples assim;
  • Não seja ganancioso: não tente vender o tempo todo, sei que é muito provável que seu webinar se relacione diretamente com seus produtos ou serviços. Mas primeiro entregue algum valor, assim quando o usuário chegar no final não se importará de ouvir suas ofertas especiais;

Plataformas de webinar

Para começar a fazer webinars – ou se quiser chamar de live – simplesmente, sem rodeios, sem firulas, só transmitir, tente utilizar o StreamYard, é simples e direto, na versão gratuita transmite para somente dois lugares simultâneos, mas você tem canal do YouTube, páginas, grupos e perfis do Facebook, páginas, eventos e perfis do LinkedIn, Periscope e Twitch, vale olhar.

Outra alternativa subutilizada, rápida e prática é Skype. E veja, não estou falando para instalar e pedir aos usuários que instalem o Skype, existe uma versão online do Skype que você pode utilizar, sem cadastro, sem download e sem limite de tempo.

Outra alternativa simplificada é o próprio YouTube Live. Ele pode servir rapidamente ao seu propósito. Encontre esta opção dentro do seu canal no YouTube. Outra boa alternativa é o Vimeo Live Streaming.

Poderia citar como alternativa o Facebook Live, mas eu como não uso o app do Facebook no meu celular não testei esta alternativa, me o app do Instagram!

Opcionalmente você tem o Zoom com muitos recursos e gratuito também, pode ser uma alternativa, mesmo com os problemas de segurança.

O Google rebatizou sua ferramenta, agora você também tem o Google Meet, e se sua conta for do G Suite ainda tem muitos recursos adicionais.

Recentemente utilizei novamente a Sympla, onde você pode fazer cursos online e webinars, dê uma olhada, é bem interessante e você pode começar de graça dependendo do que for fazer.

A vantagem das ferramentas específicas é justamente tudo o que tem ao redor, agendamento, envio de mensagens, gestão de usuários, integração com plataformas e muitos outros recursos, normalmente pagos e muito bem pagos.

Outras plataformas para seu webinar

Existem centenas, selecionei algumas que me pareceram interessantes, mas a maioria vai custar algum dinheiro…

Outras ferramentas interessantes para seu webinar

Confira outras ferramentas interessantes, o Vowel permite gravar o áudio e transcrever, e o YouCanBook.me permite fazer o agendamento dos seus webinars, caso queira controlar separadamente de uma ferramenta com este recurso também pode utilizar o Whova ou o Cleeng.

Como divulgar seu webinar

  • Algumas ferramentas fazem alguns tipos de promoção, mas apenas se você já tiver uma base, então planeje a divulgação do seu evento, é o que vai garantir o sucesso de público;
  • Convites para listas e grupos apropriados;
  • Newsletter de clientes e ex-clientes;
  • Redes sociais;
  • Promoção paga no Google, Facebook e Twitter;
  • O tópico / título faz toda a diferença, é metade do caminho para o sucesso;
  • Divulgue você mesmo nas suas redes sociais e relacionamentos mais próximos e peça que façam o mesmo;
  • Um site, blog ou landing page com informações completas sobre o webinar sempre ajudam;
  • Um vídeo de divulgação / teaser pode influenciar as pessoas a participarem;

Sobre o webinar propriamente

Planeje o conteúdo e depois reaproveite da melhor forma. Lembre-se de alguns passos importantes:

  • Evento planejado;
  • Cadastro;
  • E-mails de lembrete;
  • Divulgação;
  • O dia do evento;
  • Lembrete do evento;
  • Apresentação;
  • E-mail pós evento;

O que fazer depois do webinar

  • Replay
  • Segmentar
  • Postagens no blog
  • Email marketing
  • Recursos adicionais

Webinars com WordPress

O WordPress é peça chave para apoiar seus webinars, seja como site, blog ou landing page, mas não é apenas isso, existem outros recursos que você pode utilizar com o seu WordPress, tente o WebinarPress.

Além disso se quiser criar um ambiente colaborativo, uma sala de aula, dê uma olhada no BuddyMeet ou no LearnPress, parente do Moodle para o WordPress.

Dicas para fazer seu webinar

  • Quando for começar aguarde no máximo 5 minutos, se tem horário marcado e alguns já entraram, ponto para eles, os atrasados que peguem a coisa andando;
  • Deixe claro no início as regras, por exemplo, responderei as dúvidas apenas no final, enviem as perguntas pelo chat, e por aí vai;
  • Envie e-mails lembrando do webinar nos dias anteriores e 1h e 15min antes;
  • Se tiver instruções técnicas específicas avise antes, tamanho de tela, sistema operacional, software, etc;
  • Cuide do horário do seu webinar, respeite a audiência;
  • Se for utilizar as redes sociais informe a hashtag bem no início;
  • Se puder tenha um moderador lhe auxiliando, recebendo as perguntas, compartilhando recursos adicionais e monitorando as redes sociais;
  • Construa sua relevância com webinars focados e profissionais, é uma grande oportunidade de ser visto como um especialista da sua área de atuação;
  • Alguns apresentadores fazem uma pausa no meio, respondem algumas perguntas e depois retomam;
  • Se for gravar o webinar, informe, e também se poderão ver o replay;
  • Ao finalizar envie uma mensagem de agradecimento aos participantes, preferencialmente por e-mail;
  • Se tiver depoimentos de clientes mostre;
  • Não venda muito, foque no conteúdo;
  • Aliás, exemplos verdadeiros, exemplos práticos vendem muito mais;
  • Ambiente de gravação adequado, fundo neutro, sem distrações de outros aplicativos, celular ou sistema operacional, seja e pareça profissional;
  • Manter um tempo definido antes, este webinar terá 1h de duração e até 15 minutos de perguntas, mostra que você tem controle sobre seu conteúdo, já fez isso algumas vezes e respeita o tempo do usuário, não se alongue mais que o necessário e combinado.

E para fechar

Aproveite seus webinars para crescer neste momento, crescer sua percepção no mercado, mostrar mais seus produtos e serviços, e aumentar a base de clientes e possíveis clientes.

Eu fiz recententemente um curso do Rafael Helm, porque ter outras visões daquilo que fazemos é sempre bom, além do conteúdo do curso que agregou muito, fiquei realmente impressionado em como a plataforma da Sympla evoluiu, certamente farei alguma coisa ali.

Vamos precisar contar as moedas neste ano, mas tenho certeza que teremos sucesso, muito sucesso.

Se tiver alguma sugestão comente aí.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *