Web sites bem estruturados

Uma presença forte na Internet começa com um bom web site, e este com uma boa estrutura de conteúdo. Isso é necessário por diversos motivos, destacando-se facilitar a vida do usuário e tirar proveito dos mecanismos de busca.

Ou seja, tirar vantagem sobre a concorrência, dar mais retorno aos nossos usuários e melhorar a reputação do site positivamente, e é claro, vender mais!

O que deveria ter

  • Estrutura simples: facilite a navegação, facilite a compreensão, facilite as informações serem encontradas;
  • Navegação amigável: quanto mais fácil for a navegação, mais informações úteis serão acessadas, e mais tempo o usuário ficará navegando no seu site;
  • Respeitar padrões (SEO): respeite as regras, facilite a indexação, mas escreva para humanos, não para máquinas;
  • Facilitar a leitura: parece estranho lembrar disso, mas a quantidade de sites que tem contraste prejudicial à leitura (lembre daqueles sites com fundo branco e a cor da fonte cinza claro), então pense em facilitar a leitura, a impressão se for o caso, e naqueles que tem algum problema visual;

A importância da estrutura

  • Traz o usuário de volta: ele encontra o que procura, as vezes até mais!
  • Impacta desempenho de SEO: como comentado anteriormente, facilite a vida dos mecanismos e rankeie um pouco melhor que a concorrência;
  • Sitelinks: facilita a criação de sitelinks exibidos nos mecanismos de buscas;
  • Melhora rastreamento: os mecanismos também analisam a estrutura do seu web site para categorizar o seu conteúdo, então isso impacta nos resultados das buscas;
  • Entrega a informação adequada: parte de encontrar facilmente e de imediato, ou com o mínimo de cliques possível, a informação que se busca;
  • Acesso intuitivo ao conteúdo: sem pensar muito, o usuário se localiza facilmente;
  • Cria padrões compreensíveis: não reinvente a roda, utilize o que funciona e faça mais rapidamente o que precisa ser feito;
  • Afeta UX e UI: então não viaje muito, faça um menu parecer um menu, e o melhor, se localizar onde o menu normalmente fica!

Tipos de estruturas

  • Modelo hierárquico: um dos tipos mais comuns, normalmente utilizado em sites com grandes quantidades de dados. Exemplos, CNN, BBC, etc;
  • Modelo sequencial: guiam os usuários por uma sequência de informações. Exemplo WikiHow;
  • Modelo matricial: um dos modelos mais antigos utilizados em sites na Internet. Oferece opções, pesquisa e links internos. Exemplo Wikipedia;
  • Modelo de banco de dados: modelo de estrutura dinâmica, o mais comum são páginas e posts em blogs do WordPress para exemplificar. Exemplo Medium;

Confira os menus do meu site

Marquei acima em vermelho o menu com o conteúdo pilar mais importante, o primeiro a ser acessado, pelos usuários e pelos mecanismos de busca.

Já o menu principal do blog, contém todos os demais conteúdos do blog, confira a árvore (importante que o segundo nível deveria ser horizontal, coloquei tudo na vertical para não ficar gigante o mapa mental).

Como fazer uma boa estrutura

  • Planeje antes: não deixe de planejar tudo, no papel se for o caso, mas imagine antes de executar, como ficaria;
  • Use a lógica: o usuário merece ter sua inteligência respeitada 😉
  • Cuide da navegação: ela leva o usuário para todos os lugares;
  • Mantenha níveis rasos: só aprofunde quando for necessário;
  • Estrutura é praticamente o menu: pense sempre nisso;
  • Nomenclatura para humanos: não para os mecanismos de buscas ou bots, pense sempre nas pessoas;
  • Faça mapas mentais 😉

Confira um resumo desta postagem no mapa a seguir.

Eu sou meio suspeito, estou sempre mexendo (sei que não deveria) na minha estrutura de informações aqui. Se quiser acrescentar algo, comente aí!

Confira o vídeo

Imagem padrão
Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.

Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).

Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora

Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.

Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.

Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.

Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

Artigos: 346
Translate »