Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

Obsolescência programada e a sociedade de consumo

Obsolescência programada / Planned Obsolescence
Seen at 49th Parallel Coffee on Main St.

Comecei a me interessar mais por obsolescência programada e aspectos da sociedade de consumo desde 2010 se não me engano, após uma simples atualização de sistema operacional, meu então iPad 3G de primeira geração, excelente ferramenta de apoio e mobilidade, que me permitia consumir conteúdos mais facilmente em diversas situações do cotidiano, passou a enfrentar problemas de diversas ordens, travamentos, aplicativos que fechavam inexplicavelmente, e outras coisas chatas.

Entendi então que estava sendo programada a obsolescência do dispositivo, em detrimento as novas versões que estavam disponíveis, mais rápidas, com mais memória, mas que não deveriam simplesmente ser necessárias para mim enquanto a anterior funcionava perfeitamente. Dada a quantidade de aplicativos adquiridos me vi compelido a atualizar o dispositivo. E algum tempo depois isso aconteceu novamente, então mudei de plataforma, perdendo muitas facilidades e grandes investimentos feitos em software.

Desde então venho lendo e estudando o assunto, e percebi que isso tudo tem sido planejado a centenas de anos, e nós como sociedade de certa forma aceitamos normalmente passivamente a ordem de comprar / estragar-ficar velho-não ter conserto / jogar fora / comprar modelo novo.

Desde a invenção da lâmpada isso ocorre eu creio. E falando nisso, segue um vídeo ilustrativo sobre um possível cartel de fabricantes de lâmpadas, entre outros aspectos.

O conceito não é novo, as teorias de conspiração também não, mas de qualquer forma creio que o assunto merece alguma reflexão, se puder assistir o vídeo todo seria ótimo. Isso vale para toda a cadeia de bens de consumo atualmente, não apenas eletro/eletrônicos. Pense um pouco a respeito.

Citei as lâmpadas pois é o que mais trocamos em casa normalmente (troquei todas lâmpadas de casa por lâmpadas de LED e estou agora a 23 meses sem substituir nenhuma, vamos ver se a coisa se mantém). Se bem que atualmente tenho trocado muitos roteadores WiFi que simplesmente começam a funcionar de maneira errática, você também?

Dá para ler adicionalmente algumas coisas interessante na Wikipedia e também aqui no TidBits.

Acha que isso é muita teoria da conspiração? Confira a sentença italiana contra a Apple e Samsung por obsolescência programada!

Se possível deixe seus comentários logo abaixo!

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *