O WordPress em números

O WordPress em números

O WordPress é a alma do que fazemos neste blog. Então nada mais justo do que colocar em perspectiva isso.

O WordPress em números

  • Cerca de 27% da web roda com WordPress;
  • Por volta de 17 posts são publicados por segundo em blogs com WordPress;
  • Mais de 38.000.000 de buscas com o termo WordPress são feitas no Google todo mês;
  • Cerca de 8% melhores sites rodam WordPress;
  • Cerca de 2.645 dos 10.000 melhores sites são em WordPress;
  • E 297.729 sites dos melhores 1.000.000 dos sites usam WordPress;
  • Lá em 2014 a quantidade de downloads do WordPress em idiomas que não eram o inglês era maior do que em inglês;
  • Já foram feitos mais de um bilhão de downloads de plugins do WordPress do repositório oficial;
  • Inclusive lá existem mais de 40.000 plugins disponíveis;
  • 11 plugins atingiram mais de 7 milhões de downloads: WooCommerce, NextGEN Gallery, WordPress Importer, WP Super Cache, Google Analytics by Yoast, Google XML Sitemaps, Jetpack, Contact Form 7, Yoast SEO, All in One SEO Pack, Wordfence Security;
  • A marca de 1 milhão de instalações ativas foi atingida apenas por 19 plugins: Hello Dolly, W3 Total Cache, Contact Form 7, Really Simple CAPTCHA, All in One SEO Pack, Google Analytics by Yoast, Google XML Sitemaps, WordPress Importer, Regenerate Thumbnails, WooCommerce, WP-PageNavi, WP Super Cache, Jetpack, TinyMCE Advanced, NextGEN Gallery, Wordfence Security, Yoast SEO, Advanced Custom Fields, Akismet;
  • Existem traduções para 169 idiomas, 63 estão 100% traduzidas;

Comparando com a concorrência

  • WordPress é utilizado por mais de 400 milhões de pessoas todo mês;
  • São 24 bilhões de pageviews;
  • Aproximadamente 45 milhões de comentários;
  • Alguns sites famosos feitos com WordPress;
  • Existem sites feitos com WordPress em quase todos os segmentos:
    • E-commerce
    • Blog
    • Vídeo
    • Serviços
    • Fotografia
    • Diretórios
    • Sites de membros
    • Fóruns
    • Wikis
  • WordPress vence sempre principalmente porque:
    • É fácil de utilizar
    • Se bem feito é rápido
    • Pode ser hospedado facilmente
    • Gera códifos padronizados
    • É fácil de controlar o SEO
    • Navegação facilitada
    • Fácil de personalizar
    • Integração com mídias sociais
    • Otimização de imagens
    • Facilita a vida do usuário leigo
    • É fácil de integrar com outros serviços

E o trabalho com WordPress?

  • A média de valor hora dos melhores desenvolvedores (de WordPress) é de US$ 50,00;
  • Os sites feitos em WordPress custam entre US$ 1.000,00 e US$ 15.000,00;
  • Os sites pessoais (blogs) feitos com WordPress custam em média US$ 1.000,00;
  • Um tema profissional custa em média US$ 40,00;
  • Entre os 10 temas mais populares, apenas 3 não são da Automattic;
  • Cerca de 25% dos freelancers vivem de WordPress;
  • Cada site leva cerca de 200h para ser feito;
  • Agências tem preferido o WordPress;
  • O valor médio dos projetos tem aumentado;

E a comunidade do WordPress?

  • Existem mais de 850 Meetups de WordPress mundo afora, com mais de 300.000 membros;
  • Em 2014 tivemos 80 WordCamps em 29 países;
  • Os Meetups podem ser encontrados em 66 países e mais de 535 cidades;
  • No fórum oficial de suporte existem mais de 2 milhões de tópicos sendo discutidos;
  • Sempre tem gente que sabe mais que você disposta a ajudar;

Claro que nem tudo são coisas boas. Entre as preocupações maiores citamos a segurança, a performance e a possibilidade dos clientes estragarem alguma coisa que você tenha feito.

Mas tudo é possível, existem mecanismos para nos garantir em diversos aspectos, então como as virtudes da plataforma ainda são muito maiores que os problemas, vamos em frente!

Fontes: WordPress, CodeinWP

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.