Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Escrevendo posts melhores no WordPress em 32 passos

Escrevendo posts melhores no WordPress em 32 passos

Sempre esse assunto volta, sempre tem gente que pergunta, sempre existem dúvidas de como escrever melhores posts e aproveitar os recursos que o WordPress oferece.

Então resolvi fazer uma nova lista mais atualizada.

Confira os 32 passos:

  1. Escolha o tópico;
  2. Defina o título matador;
  3. Crie uma linha de abertura/introdução;
  4. Coloque sempre sua opinião;
  5. Sempre tenha algum CTA – call to action;
  6. Adicione profundidade ao conteúdo;
  7. Controle de qualidade;
  8. Controle o timing da publicação;
  9. Faça a promoção do post;
  10. Estimule a conversação, peça comentários;
  11. Deixe os posts mais legíveis, linhas curtas, bullets e imagens;
  12. Coloque sempre seu melhor conteúdo, sem artefatos para ler mais;
  13. Texto preto e fundo branco, não fique inventando na cor da fonte nem no contraste;
  14. Se tiver que linkar linke;
  15. Coloque as melhores imagens, os melhores GIFs e os melhores vídeos;
  16. Quanbo utilizar imagens e outros arquivos, coloque o nome adequado, assim como os campos ALT e descritivos de verdade;
  17. Encoraje o compartilhamento;
  18. Utilize H1 no título principal, H2 nos secundários e por aí vai;
  19. Evite duplicar conteúdos;
  20. Sempre assine;
  21. Seja original e útil;
  22. Se puder oferecer alguma interação, faça!
  23. Cuide do SEO;
  24. Mantenha controle sobre links quebrados;
  25. Faça o Google trabalhar;
  26. Não esqueça de colocar opt-in;
  27. Divulgue de novo;
  28. Coloque no final posts relacionados;
  29. Olhe seu analytics e veja os assuntos mais procurados, e os horários mais acessados, use isso a seu favor;
  30. Tem que ter mais de 1.500 palavras, melhor anda se tiver mais;
  31. O tempo que você dedica ao post é diretamente proporcional a qualidade dele!
  32. Quando não estiver inspirado, escreva do mesmo jeito;
  33. Não existe bloqueio, existe procrastinação!

Não quer dizer que todos os seus posts tenham que ser neste formato. Inclusive você deve experimentar os formatos. O seu público pode ter interesse em diferentes tipos de formatos de posts.

Somente testando, coletando informações e analisando as mesmas é possível definir o que funciona melhor no seu nicho. Mas você deve tentar e testar sempre que possível.

Recomendo ainda fortemente que para cada post escrito e publicado, você faça a versão podcast e vídeo do mesmo. São diferentes tipos de conteúdos para serem consumidos por diferentes públicos, aumentando o seu potencial de crescimento e sua audiência.

E é claro, se existisse fórmula mágica, todo mundo escreveria do mesmo jeito não é mesmo?

E você, tem preferido qual formato? O que tem funcionado para você e para seu nicho? Comente aí.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *