Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Tendências de email marketing para 2020

Tendências de email marketing para 2020

Bem como eu faço todo ano, começo quase 6 meses antes do final do ano e passo alguns dias do ano que entra pesquisando, lendo e inferindo as tendências de email marketing para 2020.

Se você é do meio, se quiser fazer email marketing, se for apenas curioso, então a leitura é válida.

O e-mail não vai morrer tão cedo

Chega dessa frase. Entenda que 94% das pessoas chegam a ficar online apenas para checar o e-mail. Essa ainda é a atividade número 1 na Internet.

O pessoal da Marketo me ajudou com esses dados. E sim, o ROI ainda está na casa dos US$ 40,00. Aceite.

Cerca de 247 bilhões de e-mails foram enviados diariamente em 2010, e a previsão para 2020 é de 307 bilhões ao dia.

Novas tendências de email marketing para 2020

  • Conteúdo gerado por usuários: é isso mesmo, texto, imagens, áudio e vídeo, gerados pelo usuário final, engajando e ajudando a converter mais. Solicitar feedback é um exemplo clássico;
  • Interatividade responsiva: provavelmente em 2020 teremos mais e-mails abertos (números absolutos) em dispositivos móveis do que em desktops. Então botões animados, sobreposição de imagens, carrossel de imagens, acordeão de dados e pesquisas são tendências a serem seguidas;
  • Acessibilidade: isso inclui uso de assistentes de voz lendo seus e-mails e outros recursos mais sofisticados de IA. Melhorar a vida de pessoas (consumidores) que tem problemas é uma prioridade;
  • Automação: o poder das nuvens de marketing está disponível a todos. Temos muito mais dados e muito mais poder de processamento. Ganhará quem colocar o machine learning para trabalhar em 2020. Além disso segmentação automatizada e relatórios automatizados também entram na lista;
  • Super personalização: mesmo achando que isso faz parte de automação, a utilização de recursos que são acionados por uma nova gama de comportamentos será maior e mais diversificada. Mineração de dados, BI e machine learning transformarão o Big Data em algo viável;
  • Entrega na caixa de entrada: será ainda um ponto a ser perseguido. Regras mais rígidas e regulações da indústria prometem criar novos obstáculos a quem faz a coisa de maneira desordenada. GDPR, CCPA e LGPD estão a todo vapor;
  • Utilização de múltiplos fornecedores de envio: parece ser uma tendência, se vai ajudar a entregar melhor e reduzir os riscos de quem envia, ainda é difícil de dizer. Vamos ver como os custos disso vão se manter;
  • Inteligência Artificial: de maneira rápida um uso mais massivo de IA em inteligência preditiva, segmentação inteligente, automação de fluxos, otimização de conteúdo e assunto do e-mail, teste A/B e apoio a análise de Analytics;
  • Assistentes de voz e bots: sim, eles vieram para ficar, em breve seus e-mails serão lidos e respondidos por ali. Os bots e aplicativos de mensagens estão à nossa volta. Então esteja em conformidade quando esse dia chegar;
  • E-mails virando push ou microsite: pode ser que sim, estaremos entrando na era de enviar e-mails de uma máquina para outra? E ele ser analisado antes de ser realmente entregue a um usuário?
  • Vídeo no e-mail: vamos deixar essa para 2021 😉 Eu sigo esperando!

Segundo o pessoal da Litmus

  • O e-mail não morreu;
  • O ROI segue na casa dos US$ 42,00;
  • Mais de 73% dos marketeiros o consideram importante;
  • Mais de 46% das marcas estão gastando mais com e-mail;
  • É o canal mais mensurável e confiável para o marketing;
  • Coloque sempre o e-mail em primeiro lugar na sua estratégia;
  • Compartilhe seu conhecimento e experiência através do e-mail;
  • Relevância 2.0 no email marketing;
  • Criatividade importa ainda mais;
  • O e-mail vai escalar ainda mais com a IA;
  • Os dados vão importar cada vez mais para se atingir os usuários corretos;
  • As animações e recursos visuais vão aumentar comparados ao texto e imagens estáticas;
  • O AMP para o e-mail veio para ficar;
  • A consolidação de plataformas e maior integração de ferramentas diferentes para 2020;
  • Teremos integração até do workflow de aprovação entre ferramentas de fornecedores distintos!

E agora?

Será que as máquinas em seguida vão fazer o trabalho por nós? Difícil dizer, especialistas acham que o conceito de campanha já está obsoleto, a IA vai gerenciar o quando, o quê e quanto será enviado a uma parte de nossos usuários.

E você, o que acha? Comente aí.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *