Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

Recebeu SPAM? A culpa é sua!

É preciso esclarecer uma coisa quanto aos e-mails não solicitados, ou SPAM, você normalmente é o culpado por receber tanta coisa não solicitada. Também é fato que a maioria das pessoas como eu por mais que nos cuidemos não conseguimos eliminar esse problema.

Desde os primórdios da Internet eu recebo SPAM, a diferença é que antigamente era só solicitar para ser removido de uma lista e você era prontamente atendido. Hoje não, com a proliferação da utilização do e-mail muitas talvez milhares de pessoas nem sabem a real utilização dos campos BCC ou CCO dos respectivos programas clientes de e-mail que utilizam no seu dia a dia.

Quando você envia aquela piada para toda a sua lista de amigos, no campo TO ou PARA, se recebesse a mensagem notaria que todos os e-mails dos seus amigos estão lado a lado, inclusive daqueles que nem se conhecem. E cada vez que um deles responder, ou responder a todos, todos os seus queridos amigos vão receber a resposta do seu SPAM! E imagine então que num Webmail, os endereços vão junto do corpo do e-mail, para talvez todos os amigos de cada amigo seu, se eles resolverem disseminar o seu e-mail engraçado.

Com o advento da banda larga e da facilidade de se utilizar softwares que fazem varredura em web sites, newsgroups e em servidores de e-mails não configurados de maneira correta, todos esses e-mails correm o risco (e certamente isso vai acontecer) de serem capturados e passarem a ser comercializados nessas listas de e-mails de SPAMMERS pelo mundo afora. E a culpa é sua.

Logo, para manter o relacionamento saudável sem parar de enviar e-mails aos seus amigos, tenha mais cuidado, utilize somente os campos BCC ou CCO do seu programa preferido de e-mail, assim eles permanecerão ocultos uns aos outros. E evite na maioria das vezes que puder repassar e-mails de pessoas pedindo ajuda, nenhuma empresa pagará centavos por mensagens enviadas, nem por e-mail nem por programas de mensagens como ICQ, MSN Messenger ou outros similares.

Isso serve somente para gerar tráfego desnecessário nos servidores e em toda a Internet. Assim como não apague os arquivos do Windows que seu amigo que é expert mandou você apagar, por achar que a mensagem era sobre vírus, mas na realidade era um HOAX (boato) que circulava nos e-mails dos amigos dos seus amigos.

E se você já sabia disso tudo que falei aqui anteriormente, e está sem saber o que fazer para parar de receber SPAM, seguem algumas dicas:

1 – Utilize o e-mail de trabalho para aquilo que ele foi feito, TRABALHO. Deixe as piadas e cadastamentos em listas que você nunca vai ler para um e-mail pessoal no seu provedor ou algum outro gratuito;

2 – Se um amigo seu enviar um e-mail com uma dezena de outros endereços junto, tenha paciência e instrua ele a como proceder para manter todos ocultos uns dos outros e não gerar SPAM em breve;

3 – Quando receber um SPAM não responda, nem clique no e-mail de descadastramento, normalmente eles só servem para confirmar que seu e-mail é válido e alguém lê o que chega a ele;

4 – Se você recebe muita porcaria, tente reclamar junto ao provedor que originou a mensagem, normalmente copiando todo o conteúdo da mensagem (inclusive os cabeçalhos cheios de números e códigos) e enviando para o endereço [email protected], ou mesmo [email protected] chegará ao departamento encarregado, se for uma empresa séria alguém irá atrás do SPAMMER e fará com que ele pare de enviar;

5 – Sempre que possível troque seu e-mail se ele estiver sendo muito bombardeado, ou solicite ao seu provedor que mantenha ele desativado por um período de tempo antes de voltar a utilizar, é provável que a quantidade de e-mails diminua;

6 – Se as dicas anteriores não surtirem efeito, utilize softwares para detecção de SPAM, eles funcionam e são bons, dou duas dicas para você, o EMC, em português, Freeware, filtra spam e vírus de e-mail, de uma olhada em http://www.abreuretto.com/, e a segunda, o McAfee SpamKiller, http://www.mcafee.com/, não é gratuito, mas funciona muito bem!

Sinta-se a vontade para comentar e enviar suas dicas de como eliminar o SPAM da nossa vida.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *