Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Papai Noel, o ano que passou, e o que vem por aí!

Sobre o Papai Noel
Só tem uma coisa que você precisa saber sobre o Papai Noel, ele existe, e é colorado! Achou que fosse coincidência? Mas não é! Dá-lhe Internacional! Agora entendo um pouco melhor o orgulho gremista.

Sobre o ano que passou
Bom, o ano que passou (sim, passou, o ano acaba nesta semana), não foi exatamente o que eu esperava, mas olhando os números aqui da empresa, foi melhor que os dois anos anteriores em muitos aspectos. Alguns projetos foram adiante, outros vão ter que esperar mais um pouco, mas o balanço é (um pouco) positivo.

Não podia deixar de lembrar algumas coisas legais que aconteceram em 2006, ou que tiveram seu ápice neste ano.

1 – Notebook de US$ 100, 150 ou não? Acho que não, aposto mais na iniciativa da Intel, a plataforma Classmate PC, é uma solução ? do meu ponto de vista ? mais completa, pensa na escola, nos professores e nos alunos.

2 – VoIP, e Wi-Fi e WiMAX. Embora o VoIP esteja sacramentado, quem não o utiliza (ou não sabe que utiliza), o fará muito rapidamente, e com o crescimento das redes Wi-Fi por todos os lados (normalmente abertas e desprotegidas), surgiram novos dispositivos como os telefones Wi-Fi. Agora, se a ficha ainda não caiu, tem idéia do que você poderá fazer com um telefone Wi-Fi quando o WiMAX estiver funcionando por aqui? Faça já seu cadastro num Skype ou outro provedor da sua preferência, se gostar de economizar algum dinheiro.

3 – Blogosfera. Não é deste ano que os blogs existem, mas foi a partir daqui que as empresas começaram a enxergar eles com outros olhos. Os sites de vídeos e podcast também tiveram número massivo de adesões de novos usuários. Também não posso deixar de citar o caso do YouTube, acho que o Google esqueceu que tinha o Google Vídeo. Mas, Larry e Sergey devem saber o que fazem com seus bilhões de dólares.

4 – Smartphones. Desde que comecei a utilizar um smartphone da Kyocera, antes de o CDMA ser padrão da Vivo por aqui, fiquei mais fã ainda do Palm, o qual sou usuário desde o modelo Professional lá por volta de 1997. Mas foi fantástico ver os novos aparelhos que apareceram neste ano no mercado, principalmente porque o preço despencou. Hoje você já adquire modelos bem interessantes por volta de R$ 300,00.

5 – Banda nem tão larga. Depois do auê do aumento de banda, foi triste ver o que aconteceu. O Vírtua que era ?doubleflash?, velocidade de upload e download igual, ficou na calada da noite ?megaflash?, ou seja, a velocidade de upload caiu para míseros 1/6 da velocidade de download. Pior que isso foi o que os usuários de ADSL da Brasil Telecom enfrentaram. Não sei com certeza se foi por excesso de demanda (e falta de banda) ou se foi em função da implantação de um famigerado software de controle de tráfego (e de tudo mais) que passa pelos pares metálicos. Mas, que venha o WiMAX, vamos ver o que sobra (preferencialmente de um novo player).

6 – MS e Novell. Não sei o que vai dar dessa parceria (não vou falar a marca da cerveja), mas o fato é que a gritaria dos usuários (dos dois lados) é grande. Porém, uma coisa interessante é o fato da MS liberar ou compartilhar o formato de arquivo da nova versão do Office, acho que isso impulsionará as alternativas opensource e online disponíveis para se trabalhar com os formatos anteriormente proprietários do Bill. E se for para o bem que seja longa a parceria.

7 – Vista. Se você ainda não teve oportunidade de testar, aparentemente é muito bom e robusto, e aparenta ser mais seguro, pelo menos incomoda o tempo todo com avisos de segurança que antes passavam batido no XP. O Vista parece ser muito melhor do que muitos esperavam. Só talvez seja mais viável trocar o PC por um novo do que fazer o upgrade do seu XP para ele. Além disso, cheque antes se o seu legado de hardware é compatível e se vai ter suporte dos seus fabricantes para fornecer os drivers para o novo sistema operacional, de outra forma aguarde mais algum tempo.

8 – Google corporativo. Para felicidade dos acionistas e especialistas em especular, o Google está dando muita atenção ao seu produto corporativo Google Appliance. Espécie de servidor contendo um mini-google para uso corporativo, a fim de facilitar a busca por informações em redes internas de empresas, indexando e relacionando diversos tipos de arquivos. Agora eles vão ter que se cuidar com a IBM e o Yahoo, aguardem.

9 – Modéstia à parte. A Microsoft descarta que o Google incomode ela de alguma forma no que diz respeito às ferramentas online do Google para o mundo corporativo. Ainda bem que o Barcelona pensava assim ao jogar a final com o Internacional.

10 – A personalidade do ano é você. A Time fecha o ano elegendo você como personalidade do ano. Estampando na capa um PC com uma tela espelhada (para você se enxergar no reflexo), entende que devido aos blogs, redes sociais e compartilhamento de vídeos, comum a todos nós. Vá entender!

11 – Compre para seu filho um dos consoles de vídeo games da nova geração. Qualquer coisa entre R$ 6.000 e R$ 9.000 deve resolver o problema. Pode parcelar no cartão…

E o que vem por aí
Creio que 2007 promete, e temos muito trabalho pela frente. Espero que tenhamos o gás necessário para manter a motivação acima da taxa de juros. Vamos lá.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *