Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Os novos empreendedores

Recebi um convite do professor e vereador Newton Braga Rosa, por sugestão de seus alunos e de personalidades da nossa TI regional, para participar de uma aula de sua cadeira de empreendedorismo, na UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

A idéia era falar um pouco da minha trajetória pessoal e profissional e depois responder às perguntas dos jovens sedentos de empreendedorismo. Fiquei muito surpreso, pois da última vez que falei a uma classe universitária sobre o tema eles pareciam bem desmotivados, e era numa universidade privada.

Mas não era este o caso, os alunos do professor mais do que interessados, eles foram inspirados pelo expoente de TI, e que nos últimos anos se dedicou – além da maestria das aulas de empreendedorismo – a levar a bandeira dos interesses das empresas de TI a todos os níveis da política nacional, buscando sempre melhorar as condições das empresas e dos empresários no geral.

Mas voltando aos jovens, falei um pouco de mim, do porque de ter me tornado empresário (às vezes isso ainda soa estranho) e meus objetivos e motivações.

Fiquei realmente feliz ao ser bombardeado com todos os tipos de perguntas, por aqueles que vislumbram seu lugar ao sol, fico feliz que a centelha da inovação, criatividade e em empreendedorismo tenha ignido dentro da maioria que estava naquele teatro.

Lembrei de quando ingressei na universidade, onde o pensamento comum era que o colega ao lado era nosso concorrente, então nenhum tipo de informação deveria ser compartilhado, pois certamente ele me roubaria o emprego na repartição pública onde faríamos concurso logo mais para trabalharmos.

Mas que quando retornei (entre idas e vindas) a metáfora do ensino estava renovada, os professores já davam a devida importância ao empreendedorismo, e a própria metáfora do código aberto e do compartilhamento de tudo, que a Internet nos proporcionou, ajudou a mudar isso.

Fiquei feliz com a mudança, mas ainda tem muito para ser melhorado.

É motivante poder falar, por muito pouco que seja, sobre nossos próprios feitos, erros (que são os que ensinam mais) e acertos, e saber que isso motivará uma nova geração que está aí, dos novos empreendedores.

E tiro meu chapéu para o professor, que continuamente há vários anos faz desta tarefa uma missão de vida, motivando a maioria daqueles que passam por suas aulas a empreenderem em busca de seus objetivos.

Espero ter colaborado um pouco com isso. Mais do que empreender, a experiência adquirida nos últimos anos me faz muitas vezes refletir sobre minha missão aqui e qual será o meu legado para minha família e porque não para minha cidade, estado ou país.

De repente me deu mais vontade ainda de seguir em frente! E que o professor Newton mantenha suas aulas por muito mais tempo, até que empreendedorismo seja sinônimo de trabalho aqui.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *