Ombudsman de TI

As empresas têm se preocupado com a qualidade dos serviços prestados junto aos seus clientes há algum tempo. E de tempos em tempos, de ciclos em ciclos surgem novas técnicas e teorias para auxiliar neste processo. Existem muitas iniciativas, CACs, SACs, Call Centers, Suporte Técnico entre outras. Mas nada de compara a ouvir a palavra direto da boca do cliente.

Com o surgimento de departamentos inteiros voltados a melhor atender, e com o aparecimento da figura do “Ombudsman”, parece que a idéia não só está sacramentada, mas começa a ser adotada para o cliente interno das empresas.

É cada vez mais comum verificar o surgimento da figura do Ombudsman de TI nas empresas, que é o profissional que tem trânsito livre dentro da empresa, e está entre suas atribuições ouvir funcionários, acompanhar projetos, medir o grau de satisfação após a implantação dos mesmos e fundamentalmente ter excelentes conhecimentos em TI e extrema capacidade de comunicação.
A figura que se tinha do Ombudsman era da pessoa que a empresa pagava para falar mal dela e de seus problemas. Mas este realmente não é o caso. Acompanho desde o início dos anos 90 quando a Folha de São Paulo incluiu no seu rol de boas iniciativas esta figura carismática, e que se comunica diretamente com o público da empresa.

Esta abordagem vem de encontro as métricas de avaliação quando da implantação de projetos ou de novos investimentos em TI. Cada vez mais se faz necessário implantar novos projetos com eficácia, ouvindo pelo menos quem deveria se beneficiar mais daquilo que se delimitou como melhoria.

Grupos como Pão de Açúcar e IBM tem figuras deste calibre por trás de suas estruturas. Agora ao que parece, além das métricas infindáveis temos uma figura de carne e osso que pode simplesmente ouvir aquilo que às vezes não queremos ou não conseguimos ouvir. Uma simples palavra!

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.