Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

O problema de pegar táxis todo dia

Como escrevi anteriormente neste post aqui, tenho pegado táxis todos os dias úteis da semana há cerca de 14 meses. Tenho mapeado os problemas mais comuns no outro post, mas agora alguns outros estão ficando mais crônicos.

Perto de onde moro tenho cerca de 6 pontos de táxis relativamente fáceis de me servir. O que está acontecendo agora, eu que chamo sempre de aplicativos, principalmente o 99Taxis, é o seguinte, os motoristas já me conhecem, já sabem que sou eu ali, e que o meu destino é a R$ 14,00 de distância. Então eles nem aceitam mais a corrida. Mesmo eu fazendo o trajeto todo santo dia, não deve ser importante mesmo né? Dá só uns R$ 3.000,00 no ano.

Pior tem sido os do ponto que fica perto de um supermercado, eles aceitam minha corrida, mas ficam aguardando no ponto algum cliente, pois a chance de virem para esse lado é grande. Mas nem sempre isso acontece, vão para outro lado (com o passageiro eu imagino), com a corrida aceita para mim, me obrigando a cancelar a mesma e solicitar outro motorista.

Tem dias que isso chega a acontecer 3 vezes seguidas.

Aliás, aceitarem a corrida e ir para outro lado tem sido comum. Comum também as falhas do 99Taxis no período da manhã, sem conseguir se conectar com os servidores do serviço. O que me obriga a utilizar o Easy Táxi, que eu gosto menos.

E a falta de educação?

Recentemente peguei um táxi com um amigo, estava com o rádio sintonizado numa rádio tocando músicas, pagode ou algo do gênero, e eu e meu amigo conversando, e o taxista aumentando o volume, e nós a voz. Até que desistimos, afinal… Isso também ocorre com alguma frequência, o motorista ouvindo sua rádio predileta não diminui o volume, o mantém como se todos tivessem o mesmo gosto musical ou a disposição para ouvir músicas o tempo todo. Enfim, devo ser um usuário chato mesmo.

Ah mas por que tu não usa o Uber?

Eu uso, mas antes das 8h da manhã continua sendo raro encontrar. A cada 15 dias dou uma tentada para ver se melhora. Mas se os taxistas não me querem por R$ 14,00 o que dirão os motoristas do Uber?

Enfim, tento, mas está difícil.

Comprar um carro?

Não gostaria, mas se for a única alternativa… Mas aí vem tudo de novo, box, seguro (ainda estou na lista negra das seguradoras), gasolina, IPVA. Estou tão livre no momento. Bicicleta, scooter e moto descarto totalmente.

Preciso pensar mais.

No momento o que me salva é que sempre tem muito táxi passando pelas redondezas, gente que ainda não me conhece!

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *