Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Meu blog não está dando resultados, socorro!

Meu blog não está dando resultados, socorro!

Não pense que é uma exclusividade sua, muita gente (a maioria talvez) que me procura, tem praticamente as mesmas dúvidas – e certezas, meu blog não está dando resultados, socorro, me ajude!

Poxa, você se esforça, escreve posts com regularidade, é inteligente, é ligado, conhece bem o seu nicho ou aqui que escreve a respeito, e ainda assim percebe que as coisas não estão andando como deveriam, isto é, o resultado, visitação, conversão, opt-in e tudo mais atrelado a isso parece dar poucos resultados.

E aí bate aquela sensação ruim, que seus esforços (e eu sei o quanto isso consome) não dão resultados que você esperava. Mas as coisas são assim, não, não é para não dar resultado, quis dizer que são assim mesmo, difíceis. Ainda mais no começo.

E mesmo que não seja no começo, se manter atualizado com as alterações frequentes do Google ainda complica mais.

Mas o que fazer para melhorar os resultados do blog?

Se o problema parece ser de iniciante, comece pelas coisas mais básicas para verificar o que está acontecendo.

  • Você está voando as cegas? Segue pesquisando blogs do mesmo nicho e as melhores maneiras de escrever seus posts?
  • Está observando o que a audiência quer e analisando as estatísticas do Google Analytics?
  • Está conferindo os posts mais lidos dos blogs do mesmo nicho?
  • Se a audiência está muito diversa – e os seus posts também – tente mirar em um único perfil nos próximos posts;
  • Lembre-se do que atrai muito a audiência, sua personalidade, sua paixão, seu estilo, sua opinião e sua experiência única;
  • Já estabeleceu a missão do seu blog?
  • Quem sabe você está escrevendo muito sobre várias coisas e aparecendo de menos? Já pensou que a sua figura é importante para o público estabelecer um vínculo de confiança?
  • Sucesso da noite para o dia não existe. Mesmo que você escreva algo que viralize, repetir isso é muito difícil. Pense que o trabalho á longo e o resultado aparecerá depois de muito esforço;
  • Você está divulgando o que escreve adequadamente, via redes sociais e email marketing?
  • Planeje os conteúdos para frente, não precisa ser um planejamento de um projeto, mas pelo menos 30 dias a frente ajuda a ter o calendário editorial mais claro e a você estabelecer os pontos para trabalhar no período.
  • Se alguém entrar em contato, comentar ou mesmo criticar em algum canal, não deixe de responder!

Ainda assim pode parecer uma tarefa gigantesca mudar a situação. E talvez seja mesmo. Não existe fórmula mágica, senão todos teriam blogs de extremo sucesso. Da noite para o dia.

Você precisa ter em mente, siga mais seus instintos. Tenha em mente que pode ser necessário alguma ajuda, um designer se você tiver dificuldades gráficas, um programador ou desenvolvedor para ter certeza que o blog está adequado, algum impulsionamento (pago) em redes sociais ou mesmo no Google.

Nem tudo vem fácil e gratuitamente. Não fique extremamente estressado com os números, foque em escrever – mais e melhor – trabalhe melhor as suas ideias, enriqueça seus posts com elementos gráficos, vídeos e listas. Não tenha medo de citar as fontes.

Faça contatos e estabeleça relacionamentos com outros blogueiros. Divulgue bem. Para quem acha que o Twitter está morto, não se engane, o resultado ali pode ser importante para você.

Claro, existem regras para algumas coisas, mas não se prenda somente as regras. Não ache que tem que escrever todos os dias. Assim como escrever apenas quando tem vontade. Um post mais ou menos pode ser melhor que nenhum post para a sua audiência. Mostrar algumas falhas faz de você tão humano quanto os demais.

As coisas boas acontecem com o tempo. Escreva do jeito que gostaria de ler. Nunca deixe de aprender coisas novas, nós nunca saberemos o suficiente sobre tudo.

E se divirta, para mim pelo menos se não tiver diversão não terá valido a pena!

Está com dúvidas? Comente aí!

Photo Credits: Ahmet Sülek

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *