Mais um ano que se vai

Bom seguinte, todo ano no dia 5 setembro, desde 2012, publico aqui nesta data importante pra mim, foi o dia da minha primeira corrida, em 5 de setembro de 2011, foram 5 Km. De lá pra cá foram 3.146 Km de corrida, diversos tipos, várias maratonas em octetos, quartetos, duplas e uma solo. Tive algumas lesões, contratempos, sustos, até atropelado fui. Usei dezenas de pares de tênis, meias, dezenas de fones de ouvido, apetrechos de corrida e outras bugigangas. Bebi aproximadamente 120 litros de cerveja artesanal neste período, o que significa que estou fazendo incríveis 26 Km por litro! Nem vou me estender muito desta vez, só vou listar agora as verdades que eu aprendi fazendo isso:

1 – Morto você não serve pra nada, então arranje tempo para fazer exercícios, não diga que não dá ou não tem tempo. Acorde as 5h da manhã como eu fazia até a pouco tempo, vai ficar bem disposto o dia todo depois;

2 – Ninguém começa correndo, comece caminhando, é assim que tem que ser. E quando já estiver correndo não tem choro, vá fazer reforço muscular (personal e academia). E lembre-se que não adianta só exercício físico, vá comer direito (nutricionista);

3 – Não existe distância que não possa ser alcançada. Existe só foco, persistência e o tempo que vai levar para alcançarmos a meta, não desanime, a recompensa sempre é boa;

4 – Não pense na velocidade, não pense na distância, só corra, os resultados vão aparecer com o tempo, e as vezes mais rápido do que você imagina;

5 – É legal correr com outras pessoas, mas cada um tem o seu ritmo. Até você encontrar o seu sugiro que corra sozinho;

6 – Correr na pista é muito bom, correr na rua é ainda melhor. Se não tiver um local mais apropriado e tiver que correr na rua olhe sempre para os lados e nunca confie em nenhum motorista;

7 – Esse negócio de desodorante 24h ou 48h é tudo lenda urbana. Acho que não duram nem 24 minutos;

8 – Tem gente que não ouve música enquanto corre, eu sempre que posso ouço, e se quiser uma dica, ouça músicas que fazem você querer se mexer (ou dançar), não aquelas que você gosta de ouvir normalmente. E não use fones muito caros, eles vão estragar em seguida;

9 – Se puder medir e armazenar seus treinos faça isso, e a cada 90 dias observe sua evolução. Ao final de um ano você não vai ter percebido o quanto seu rendimento melhorou. Comece simples, use seu celular com GPS, tem vários aplicativos legais pra começar, use o RunKeeper, ele é bem simples e ainda fica motivando você o tempo todo;

10 –Só pra lembrar, eu nunca me imaginava correndo, nem gostava aliás. Na escola era obrigado a correr, nunca fui muito fã. Mas depois de começar a caminhar (é, fui obrigado, tive um piripaque, pesei 99Kg, sedentário total), aumentando em 10 minutos a cada semana, estava lá caminhando cerca de 1h30, dia sim dia não, quando falei pro meu cardiologista: Meu, não tenho tempo pra ficar caminhando 1h30 todo dia, tenho mulher, filhos e uma empresa pra tocar, não tem outra coisa que eu possa fazer? E ele disse: Tu pode correr um pouco…

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *