Invista mais em e-mail marketing em 2016

A frase invista mais em e-mail marketing em 2016 nunca foi tão válida. É preciso antes de mais nada lembrarmos do seguinte, o e-mail marketing segue sendo o maior gerador de leads para a maioria dos negócios. Pense que o e-mail é uma forma de você levar o usuário do ponto A até o ponto B na sua estratégia de marketing, criando o melhor caminho para a conversão e venda.

Cenário atual

A crise no mercado nacional em geral deve ser vista como oportunidade para mais e melhores investimentos em e-mail marketing. Neste momento a diferenciação da concorrência pode fazer toda a diferença no faturamento no final do mês. O momento é de investir mais nos envios.

Efetividade do e-mail

Embora já se tenha matado o e-mail marketing algumas vezes, tenha dito que ferramentas novas que surgiram seriam as substitutas do e-mail, nada até o momento provou tamanha eficácia e baixo investimento quanto o e-mail marketing.

ROI

O ROI no e-mail marketing de acordo com os últimos dados fica na casa de US$ 44,00 para cada US$ investido. Então segue uma opção das mais atrativas para todo tipo e perfil de empresa.

Previsões

 

O e-mail vai morrer mais uma vez

Provavelmente vai surgir uma nova ferramenta, que vai durar alguns meses, e que para ser utilizada vai solicitar o seu e-mail. Ou talvez algum guru do apocalipse vai novamente dispensar algumas palavras amaldiçoando o e-mail novamente. Mas o Padre Quevedo nos mostrou que nada acontece.

A frequência vai aumentar

Tem-se percebido que a frequência com bases engajadas não tem sido um problema, pelo contrário. Então encontrar a correta dosagem dos seus envios é adequado para 2016. Mas é importante lembrar que a maioria dos envios das empresas que fazem maior frequência para suas bases é personalizado. Envio para toda a base o tempo todo vai se tornar menos eficaz durante 2016.

Enviadores sérios terão melhores resultados

Seguindo mais de perto as boas práticas e oferecendo relevância para sua base, quem teve sucesso em 2015 seguirá nessa escalada ascendente.

Os menores terão vez

Os recursos mais sofisticados das ferramentas de envio tenderão a ser mais utilizados pelas empresas de menor porte, pois é fato que as pequenas e médias acompanharam muito o comportamento das maiores em 2015. Então deverão contar com esses recursos em suas estratégias de envio em 2016.

Coisas para observar

 

Personalização

A personalização seguirá como forte tendência, fazendo envios precisos para cada tipo de usuário. O resultado (vendas) sempre tende a ser melhor neste tipo de situação, além de criar um sentimento de amparo as necessidades dos usuários.

Base

Respeite a sua base, entenda ela primeiro, mantenha registros atualizados, facilite para o usuário atualizar seus dados e preferências de recebimento, e desfrute de maior engajamento nas suas campanhas.

Periodicidade

Tenha em mente que receber seu e-mail durante a madrugada não vai ser tão eficaz quanto na primeira ou segunda hora do horário comercial. Então controle e monitore quando você faz seus envios. Eventualmente você tem um perfil de usuários diferente do normal, e somente a análise dos dados de envio vai permitir que você descubra esse tipo de informação.

Triggers de comportamento

Este é talvez o método mais efetivo de personalização que pode ser automatizado. São os e-mails que você personaliza facilmente com algo do tipo: Ei, sentimos sua falta, você não entra a X dias em nossa ferramenta. Venha ver as novidades! Os e-mails de boas-vindas, reengajamento, carrinho de compras abandonado e recompensas para clientes inativos tendem a dar mais resultados.

Mobile

Indiscutivelmente em todos os mercados a primeira abertura em 2016 será no mobile, ultrapassando a abertura nos clientes de e-mail tradicionais de desktops. Mas é importante que a peça seja otimizada para mobile, sem esquecer que o desfecho é quase sempre no desktop.

Landing pages

Sempre é necessário que exista continuidade do e-mail marketing para a área do site, landing page ou outro destino que o link leve o usuário. Somente com esta continuidade, mesma identidade visual, e elementos que reforcem o que foi lido no e-mail é que o resultado (conversão) tenderá a ser maior. Simplesmente linkar para o seu site leva a perda do lead antes da conversão na maioria dos casos. Lembramos ainda que se o e-mail é responsivo, sua página também deve ser!

Redes sociais

As redes sociais seguirão sendo importantes como ponto de coleta de e-mails para sua base, assim como o conteúdo enviado por e-mail pode ser aprimorado adicionalmente com conteúdo postados nas redes. É importante dosar e medir a interação das mídias com seus envios de e-mail. Não são de maneira nenhuma excludentes com o e-mail.

Engajamento

Está provado que a quantidade de envios não é mais fator determinante de problemas. Bases engajadas tendem a ser mais receptivas com maiores quantidades de conteúdo desde que tenham relevância e aderência com as expectativas dos usuários. Se você não descobriu ainda, precisa ficar atento aos seus envios em 2016 e engajar a sua base da melhor forma, obtendo resultados mais interessantes para o seu negócio.

Excesso de pop-ups

Você deve ter visto em algum site, algum tipo de pop-up ou janela mais invasiva. Tenha cuidado ao utilizar este tipo de recurso no seu site / landing page, pois tem se mostrado abusivo e intrusivo para os usuários na maioria das vezes. Não faça essa prática em todos os casos. Faça somente em casos de abandono de carrinho de compras ou de promoções muito específicas.

Invista mais em e-mail marketing em 2016

 

Contrate especialistas

Muitas empresas fazem o desenvolvimento de suas peças dentro de casa visando reduzir custos. Mas temos observado tendência de se utilizar geradores de templates responsivos (e de ótima qualidade), além de contratação específicas de empresas/profissionais para desenvolvimento específico das peças de e-mail marketing como apoio as áreas internas da empresa.

Participe de eventos

Existem diversos eventos no mercado, tanto no Brasil quanto no exterior. Mesmo que não seja viável para sua empresa participar presencialmente, alguns oferecem acesso via ferramentas de webinar, então não há desculpas para não ficar atualizado com as novas tendências e demandas do mercado de e-mail marketing e utilizar isso a seu favor.

Reveja sua plataforma de envios

Veja se ela comporta suas demandas atuais e futuras. Se tem se mostrado eficiente nos seus envios de 2015 e se pode ser utilizada a pleno nos seus recursos para melhorar suas campanhas em 2016. Não deixe para depois se precisar migrar, faça isso no período mais calmo do ano, agora!

Analise seus envios e campanhas de 2015

Verifique os números de envios especiais de 2015 e de campanhas inteiras, veja o que deu certo nas peças e reaproveite algumas ideias que funcionam com sua base. Não adianta o envio apenas pelo envio. A análise dos dados gerados é obrigatória, ali é que está a resposta para tudo.

Para fechar

Manter a saúde da sua base e seguir as boas práticas de envio precisam ficar no topo da sua lista de prioridades em 2016, ao lado do fator conversão e vendas. Alguns desafios vão surgir em 2016, mas é importante manter a periodicidade, melhorar o engajamento e buscar converter o máximo de vendas para manter o fôlego do seu negócio. Em 2016 vamos fazer mais e melhor em e-mail marketing.

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *