Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

Eu tinha uma base de e-mails neste blog

Desde 2000 quando comecei a “blogar”, no Blogger ainda, nem era da Google, já tinha ativado uma “caixinha” para o pessoal se cadastrar e receber quem sabe a minha newsletter.

Porém é que o tempo foi passando e em alguns anos eu tinha cerca de 350 e-mails na minha lista. Alguns amigos, alguns internautas que gostavam do que eu escrevia, e seguramente alguns e-mails cadastrados por robôs (crawlers) com algum propósito específico.

E aí? E aí que hoje esse povo todo não me serve mais, em 14 anos pessoas morreram, trocaram de provedor de serviços, provedores deixaram de existir, e muitos deles seguramente viraram spamtraps.

O que vou fazer agora? Simples, começar novamente, inclusive aproveite e se cadastre ali na lateral por favor, quem sabe me motivará a enviar uma newsletter periódica?

E escrevi isso tudo pra alertar que vale a mesma coisa para sua empresa, tenha em mente sempre o seguinte:

  • Base com mais de 6 meses é velha, descarte;
  • Mas eu tenho algum relacionamento com a minha base já! Ótimo, isso é relevante, selecione por exemplo todo mundo que visualizou ou clicou em algum link digamos nos últimos 6 meses. Isso vai lhe dar uma lista engajada, essa lista sim deve ser mantida;
  • Ao colocar form para cadastramento sempre ative o double opt-in, vai garantir que quem se cadastrou possivelmente é uma pessoa humana;
  • Se possível colocar mais informações junto do e-mail, nome, estado, data do cadastro e origem (tipo, web site, blog, evento tal) e isso lhe dará mais alguma informação para futuras segmentações de envio. Se forem seus clientes enriqueça com o máximo de dados que puder;
  • Não deixe de fazer um envio periódico para a base. Observe os relatórios, analise, limpe, descarte, sem pena.

Lembre-se da Severina, e-mail nasce, cresce, envelhece e morre!

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *