Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

E-mails de boas-vindas

E-mails de boas vindas

Muita gente não sabe, mas talvez o e-mail de boas-vindas seja o e-mail mais importante que você vai enviar!

O mais adequado é ele ser enviado imediatamente após a confirmação do cadastro (double opt-in), e é claro, automaticamente.

Veja que estou sendo genérico, mas após o cadastro na lista, após demonstrar interesse em um freebie, download, etc, sempre pode ser considerado um e-mail de boas-vindas.

Mas é importante enviar e-mails de boas-vindas?

Sim, por diversos motivos, vamos aos fatos:

  • Até 74% das pessoas esperam receber um e-mail de boas-vindas imediatamente após se cadastrarem;
  • Se ele não for enviado logo, corre o risco de o usuário “esquecer” que se cadastrou e ainda sinalizar seus e-mails como spam;
  • Se ele está aguardando imediatamente, vai olhar em todos os locais, caixa de entrada, spam, e fazer com que seja considerado legítimo normalmente;
  • A taxa de abertura dos e-mails de boas-vindas normalmente é alta, 50%, ou cerca de 85% maior que a média das newsletters normais;
  • Segundo a Return Path quem lê uma mensagem de boas-vindas normalmente lê mais de 40% dos e-mails enviados durante pelo menos 180 dias;

Então na prática o que devo fazer?

  • Configurar sua ferramenta para tal prática;
  • Confeccionar uma peça adequada, contendo agradecimento, dados para entrar em contato, e outras informações úteis ao usuário, como pedir para ele colocar seu remetente em uma whitelist;
  • Pode colocar um resumo do que ele normalmente vai receber;
  • Seus links de redes sociais;
  • Se ficar muito grande, você pode fazer uma sequência intervalada de e-mails de boas-vindas, pense nisso!

As sequências de e-mails também podem ser chamadas de autoresponders em algumas ferramentas, são normalmente o primeiro passo para você se familiarizar com a fantástica funcionalidade da automação de envios!

Alguns exemplos práticos do que pode (ou deve) ser enviado:

  • Agradecimentos e informações sobre a empresa (ou sobre você);
  • Seu melhor conteúdo já publicado;
  • Uma enquete perguntando as expectativas do usuário;
  • Você pode fazer alguma oferta;

Entenda que a partir daí você pode criar diversos tipos de automações, fazendo sua ferramenta e todos seu esforço em criar conteúdo trabalharem automaticamente por você.

Pense a respeito. Se tiver dúvidas comente aí que eu respondo rapidamente!

Confira o vídeo

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *