Descobrindo novos conteúdos

Já é difícil criar conteúdo relevante e manter a publicação periódica de materiais, então vamos descobrir como criar um fluxo e manter as coisas funcionando, mesmo quando as ideias não aparecem.

Vamos descobrir diversos tipos de conteúdo que você pode produzir, algumas maneiras mais simples de produzir, alguns tipos que tem melhor aceitação, bem como a publicação e compartilhamento deste material todo em todos os locais possíveis.

Em linhas gerais o marketing de conteúdo é contar histórias, criar confiança, mostrar nosso conhecimento e engajar honestamente a audiência.

Se tudo der certo ainda fazer algumas vendas.

Isso é importante não? Como saber se devo escrever sobre determinado assunto?

Creio que no começo você deve simplesmente escrever, escrever e escrever, sem se preocupar com palavras-chave e outras coisas.

Algumas boas práticas passam por pesquisar nos mecanismos de busca sobre o que deseja escrever, e ler pelo menos todos os conteúdos listados na primeira página.

Observe também no caso do Google, o que ele sugere na caixa de pesquisa enquanto você digita, ali pode ter alguma dica para você enriquecer o seu conteúdo que você não tinha percebido.

Se você acessa os sites e blogs da concorrência observe nos comentários as perguntas, principalmente as não respondidas.

Se você começar a responder as questões que os usuários querem saber, suas chances de ser encontrado aumentam, afinal o usuário normalmente busca pela pergunta que quer resposta.

Escrever sobre o seu negócio, sobre o seu nicho ainda ajuda você a ficar mais relevante no seu mercado.

Compartilhe o seu conhecimento, normalmente ajuda mais do que atrapalha.

Tem gente que escreve tudo com medo de entregar o ouro, eu prefiro compartilhar, assim cresço e passo ao próximo nível mais rapidamente.

Tenha em mente que qualidade do conteúdo é sempre mais importante que quantidade. Publique conteúdos originais, evite copiar, além de não ser certo, ainda vai penalizar você nas buscas.

Escreva e observe se o texto está livre de erros, os editores de texto servem para isso não?

Mesmo que você não tenha uma licença do Microsoft Word nada impede você de utilizar o Google Docs.

Ainda, os feedbacks que você terá dos seus usuários não devem ser pautados apenas pelo que estiver vinculado a posts, você tem diversos canais que podem e devem ser observados:

  • Publicações e comentários em redes sociais;
  • Mensagens diretas;
  • Comentários em posts de blog;
  • E-mail;
  • Telefonemas;
  • Formulários;
  • Reviews;
  • Feedback da sua equipe;
  • Pesquisa com usuários;
  • Entrevistas e perguntas diretas;
  • Conversas informais;

2.1 Não consigo definir um assunto/tema para escrever

Como assim? Fale-me mais sobre isso! Observe as questões abaixo:

  • Você está muito distraído?
  • O que te move? O que te faz vibrar?
  • Sobre o que você gosta ou gostaria de escrever?
  • Onde está buscando inspiração?
  • Rabisque num papel, qualquer coisa;
  • Escreva, edite, revise;
  • Como você pode entregar mais valor para sua audiência?
  • Como atingir mais pessoas a cada publicação?
  • Como fazer mais em menos tempo?
  • Qual o seu nicho de atuação mesmo?
  • Faça uma lista de itens/assuntos;
  • Acumule rascunhos para as próximas publicações;
  • Utilize algumas ferramentas para auxiliar, recomendo começar com estas aqui;

2.2 Monitorando a concorrência

Utilize as ferramentas adequadas, monitore os feeds, assine o email marketing (com algum e-mail que não seja da sua empresa), e também acompanhe nas redes sociais.

Ferramentas que podem ser úteis:

2.3 Monitorando o mercado

Da mesma forma, uma lista de empresas do segmento, associações de classe, mantenha as boas práticas sempre.

Tenha em mente monitorar eventos do setor, o que estão fazendo de bom, quais as novas tendências, quais as novidades do mercado, quais tecnologias estão sendo adotadas, pesquise em artigos.

Faça uma lista dos sites importantes do seu mercado. Assine todas as newsletters que puder. Consuma todos os feeds.

Considere testar:

2.4 Monitorando publicações

Da mesma forma que o mercado, sugiro que todos os sites/blogs de pessoas que lhe inspiram, de concorrentes que você precisa saber constantemente o que fazem, e de outros sites de notícias/conteúdos relevantes você passe a monitorar sistematicamente.

Utilize ferramentas específicas, em cada site descubra o link do feed de RSS e utilize uma ferramenta para este fim, ou seja, facilitar a sua vida enquanto recebe e digere o conteúdo alheio.

Eu recomendo somente duas, já utilizei muito ambas, são bem eficientes:

2.5 Pesquisa

A pesquisa para gerar conteúdo deve ser pautada pelos interesses da sua audiência.

Se ela ainda não está clara, então deve ser pelos assuntos que você deseja escrever/criar/modificar a respeito.

Você precisará utilizar diversas ferramentas para pesquisar todo espectro de conteúdo disponível na web.

Pense sempre em pesquisar assuntos e palavras-chave relacionados, isso ajuda muito.

Pense nas alternativas a seguir e considere testar todas elas.

Alguns serviços são pagos, mas vão permitir algum teste antes disso, e aí você pode avaliar se servirá ou não para o seu propósito.

É claro que o Google é o rei, mas o Bing é responsável por mais de 20% das buscas ainda, então não se apegue a uma fonte só. Ainda, existem vários outros buscadores, inclusive alguns clusterizam os resultados!

Outra coisa, pesquisar somente em português pode limitar muito os seus resultados, considere sempre fazer uma pesquisa adicional em inglês pelos termos de interesse.

2.6 Ferramentas

Não existe apenas uma ferramenta para ser utilizada. E nem todas as ferramentas dependem de um computador! As ferramentas que eu mais utilizo são essas aqui:

  • Papel e caneta (vários tipos de papel e muitos tipos de canetas);
  • Moleskine (tunei um moleskine e adicionei uma caneta, levo sempre comigo). Ei, se não tiver um Moleskine disponível um bloquinho ou caderninho serve da mesma forma;
  • Post-it – uso até, não muito como alguns amigos, mas principalmente para anotações temporárias;
  • Quadro branco – ajuda muito a organizar alguma ideia ou detalhar para outras pessoas;
  • Quanto ao papel sempre tenho rascunho por perto, e preferencialmente prefiro rabiscar em folhas A3;

Agora voltando para as nossas necessidades digitais:

  • Gosto muito do Microsoft Word (e o resto do pacote do Office) para fazer minhas coisas. Mas se você não tem uma licença à sua disposição não tem nenhum problema em fazer tudo o que precisa utilizando o excelente Google Documentos (e demais aplicativos da suíte), o importante é escrever direito e deixar o corretor ortográfico auxiliar;
  • PowerPoint ou Google Apresentações funcionam da mesma forma;
  • Evernote: já utilizei muito, ainda funciona bem e conheço muita gente que organiza seus escritos ali;
  • Microsoft To-Do: Antigamente conhecido como Wunderlist. É um excelente aplicativo gratuito para organizar listas de coisas para fazer, e ainda sincroniza com todos os seus dispositivos, inclusive Android e iOS;
  • Trello: quase dispensa apresentações, permite organizar e compartilhar quadros e conteúdos de diversas maneiras interessantes. Agora além da versão online tem app para desktop;
  • Pocket: é um aplicativo que permite que você organize e colete seus links (e outros conteúdos) para visualização posterior. É uma evolução dos bookmarks do seu navegador;
  • xMind: Para mim o melhor aplicativo para criar mapas mentais. A versão gratuita é suficiente para a maioria de nós;
  • Screencast-o-matic: um dos melhores aplicativos para capturar você utilizando algum software (screencast), ou ainda, capturar o vídeo da sua webcam;
  • Ideaflip: Um excelente serviço de organização de ideias e pensamentos, colaborativo, ideal para times distribuídos. Não é gratuito, mas é muito bom;
  • Stormboard: Também uma excelente ferramenta colaborativa;
  • Nuzzel: Oferece curadoria de conteúdo, ajuda a se manter bem informado em diversos segmentos diferentes, uso muito;
  • Refind: Excelente serviço, no momento funciona através de convites, auxilia na descoberta de conteúdo relevante, baseado em nossos interesses;
  • Answer the public: Informe as palavras e ele sugere ideias relacionadas ao seu tema, em português também;
  • IFTTT: Excelente ferramenta de automatização integrada a centenas de serviços diferentes;
  • Publi.sh: Excepcionais conteúdos de marketing;
  • ContentGems: Mecanismo para descoberta de conteúdos;
  • SerpStat: Dados interessantes a partir da URL informada. Funciona também com outros tipos de dados, mas é focado em SEO e dados relacionados a isso;
  • Isuu: Embora seja uma ferramenta para publicadores de conteúdo, fornece acesso à muitos conteúdos de qualidade;
  • iCalendário: Facilita gerar e imprimir seus calendários, semanais, mensais e semestrais;

Essas ferramentas são sugestões. A maioria delas me auxilia muito. Não quer dizer que você deva utilizar todas.

Mas deveria ao menos testar e ver qual se adapta mais ao seu nicho, que ajuda a organizar e descobrir mais conteúdos para auxiliar o seu trabalho.

Material de apoio

Imagem padrão
Gustavo Tagliassuchi
Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS. Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total). Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil afora Mais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa. Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos. Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você. Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.
Artigos: 550

Deixar uma resposta

Translate »