Como se apagar da Internet?

Como se apagar da Internet?

Algumas pessoas já se perguntaram em algum momento como se apagar da Internet. É claro que pode parecer de imediato que é por um motivo como vergonha, fotos ou vídeos vazados, bullying ou coisa do tipo.

Mas nem sempre é apenas por estes motivos. Então selecionei algumas maneiras para você descobrir como fazer isso.

Mas cuidado, algumas coisas depois de removidas não pode mais ser reativadas. Assim como uma vez compartilhado algum material na Internet, ele deverá permanecer lá, dificilmente remover contas vai apagar vestígios de alguma coisa.

Pense nisso. Nem sempre essa é a melhor saída. Enfrentar a situação é o melhor caminho.

Ocorre também eventualmente, como no meu caso, gostaria caso eu morresse que minhas contas fossem apagadas, afinal eram minhas, e se é para respeitar a vontade de quem se foi, então como devo fazer?

Como se apagar da Internet?

  • Google: possui gerenciador de contas inativas, você define o que deve acontecer com a conta após determinado período de tempo.
  • Facebook: permite que alguém herde a sua página quando você se for. Você precisa configurar em Configurações -> Segurança -> Contato herdeiro. Ou selecionar a opção de “Excluir após o falecimento”, e aí quando o Facebook for informado por parentes, você será deletado.
  • Mas se você quiser saber como LinkedIn, Twitter, Microsoft e Yahoo funcionam, eles fazem diferente a coisa. Eles só apagam as contas após algum parente de primeiro grau solicite. Se quiser mesmo tente usar um serviço como o Perpetu. Ele também servirá para Dropbox e GitHub.
  • Outros serviços de deleção incluem o Deseat.me, DeleteMe, Just Delete Me, AccountKiller, Spokeo, Delete Your Account e Knowem.

Mas eu quero me apagar mesmo

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *