Como fazer e ampliar sua base de contatos

Normalmente as empresas iniciam no e-mail marketing fazendo alguma coisa de maneira muito amadora, enviando para alguns e-mails via Outlook mesmo. Porém ao ultrapassarem a barreira das dezenas de contatos (e-mails) percebem que não é mais tão prático fazer isso.

Algumas optam por opções caseiras para envio de e-mails, interna à sua infra-estrutura. E logo se dão conta como é entrar em lista de bloqueio ou mesmo inutilizar o endereço IP, muitas vezes recebendo advertências da prestadora de serviços de conexão à Internet.

Aí, as melhores se dão conta que é necessário alguma coisa um pouco mais sofisticada, uma ferramenta específica, porque entregar os e-mails é mais importante do que enviar milhares deles. Aí buscam ferramentas como o Easy Mailing da Dinamize.

Então, voltando ao ponto inicial, você tem poucos contatos, comece pelo começo. Faça os formulários de cadastramento para recebimento de e-mail marketing no seu site cadastrarem diretamente na ferramenta de envio. Permita que os formulários genéricos de contato do seu site façam a mesma coisa, desde que informando a quem os preenche que isso pode ser feito se ele permitir.

Faça formulários internos para sua equipe cadastrar os contatos relevantes das empresas clientes ou mesmo as que estão em prospecção. Afinal, é preciso ter aderência ao seu negócio, ao seu conteúdo. É um processo sinérgico.

Jamais compre listas prontas. Primeiro porque é muito difícil encontrar listas boas, simplesmente porque elas não existem. Empresas de marketing direto sérias, jamais entregam suas listas, elas fazem os envios para você. Podem ser uma alternativa, mas aí o controle não é seu, é deles.

Veja, se a sua empresa faz equipamentos hospitalares, então uma lista de médicos da associação médica parece ser uma boa para incrementar o seu mailing list. Errado. Quem disse que eles realmente tem interesse no seu produto? Mais adequado seria fazer uma divulgação via a própria entidade, normalmente além da sua divulgação entidades fazem divulgação de parceiros comerciais. Aí, como a peça será sua, e remeterá ao seu site, com seus produtos e serviços sendo divulgados, muito provavelmente uma parcela interessada dos médicos irá solicitar informações adicionais dos seus produtos, e mesmo solicitar o cadastramento no seu mailing.

É aí que a coisa toda muda de figura. Utilizando uma ferramenta que forneça informações simples o suficiente para saber quem acessou sua peça, o conteúdo de interesse, fica mais fácil filtrar e atacar no bom sentido, os clientes com potencial maior de vendas.

E a gerência da sua lista, do seu mailing, passa a ter um objetivo gerencial muito mais estratégico do que você jamais imaginou.
É muito fácil começar. O que você está esperando?

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *