Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

B*nda larga – Parte II

Certa vez imaginei que assim que se tivesse acesso à banda larga as coisas iriam realmente mudar. Bom, a verdade é que assim que tive disponibilidade de fantásticos 256Kbps, lá por volta do ano 2000, às coisas mudaram, e muito!

Mesmo para checar e-mails e acessar web sites e grupos de discussão, a diferença foi notável. Milhares de dowloads depois, passou um pouco aquela necessidade de velocidade. Os negócios foram melhorando e a largura de banda aumentando sempre que possível.

Mas a melhor parte é essa. Não podemos esquecer das milhares tentativas de invasão ao nossos servidores aqui e ao PC em casa, que na maioria das vezes só atrapalhava, criava alguns transtornos mas nada que um reboot ou IP novo não resolviam.

Ainda assim as maravilhas que o acesso a banda larga nos proporcionaram, algumas pessoas ainda imaginam que a maior vantagem na grande velocidade é baixar cada vez mais mp3 ou arquivos de vídeo.

Digo que não. Para quem precisa de informação a maior vantagem da rede é essa. Encontrar milhares de links e arquivos com informações relevantes ao seu negócio, que mudem a maneira que você trabalha. E ter isso na velocidade alta o suficiente para refazer determinada busca ou filtrar milhares de resultados, das mais diversas fontes e formatos diferentes, isso sim é vantagem.

Mesmo assim, ainda iremos demorar para criar uma visão mais prática sobre o acesso à banda larga, por aqueles que o fazem com objetivos comerciais, criar uma consciência de que usar a Internet na empresa de maneira indevida é o mesmo que deixar uma torneira aberta ou se apropriar de algo que não é seu.

Outro aspecto é que com o aumento da oferta de serviços imagino (só imagino) que os preços devam cair assim como os tipos de serviços devam variam mais. Acesso via cabo, adsl, wi-max ou alguma outra coisa nova que venha para ajudar (e que fim levou aquele monte de fibra ótica que rasgou a cidade a alguns anos?), para usuário doméstico inclusive. Porque afinal é preciso jogar um pouco, melhor se for multiplayer, porque ninguém é de ferro.

Mas não se iluda. Você não está sozinho, não deixe a porta da frente da sua casa destrancada, nem seu PC sem firewall, não é legal.

Ficamos no aguardo da estabilidade dos serviços, da livre concorrência (que parece estar agonizando neste momento) e de mais largura de banda! Viva…

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *