Gustavo Tagliassuchi
Estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, admirador do WordPress, co-organizador dos Meetups de WordPress em Porto Alegre, organizador do WordCamp Porto Alegre 2019 e co-organizador em 2018 e 2017, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto, corredor muito muito amador e sócio da Agência Dupla.

As redes sociais

Como falei na coluna anterior, a Internet é um fenômeno social. Mas o termo rede social pode significar também outras coisas na Internet.

Com o aumento do número de pessoas online, a tendência é que o esforço outrora feito para reunir comunidades em torno de um determinado assunto ou objetivo – o que cria o senso de identidade, tenderá a diminuir.

Seguindo a onda, tem aparecido alguns softwares que tentam forçar um pouco o aumento das redes sociais de relacionamentos. Ora se utilizamos algum software de mensagens instantânea (ICQ, Messenger, etc) é normal que na minha lista de contatos tenha as pessoas as quais eu tenho algum tipo de relacionamento, ou no mínimo que eu espero ter num futuro próximo.
Esses softwares que citei partem da premissa que se eu tenho vários amigos, e você tem vários amigos, e nós nos relacionamos, então nossos amigos devem ser apresentados. Esquisito, mas de certa forma tem alguma lógica.

E além das teorias dos níveis de relacionamento (você já deve ter lido a respeito disso) algumas dessas empresas estão tentando provar que também é possível se valer dessas técnicas para o mundo dos negócios.

Na seqüência então surgiram outros serviços e softwares com o mesmo objetivo do Terceira Terça, fomentar o networking e proporcionar contatos mais interessantes do ponto de vista dos negócios.

E a maneira como os novos contatos são feitos seguem alguns padrões, alguns softwares só permitem os FOAF (friend of a friend), enquanto outros permitem acesso irrestrito as teias de relacionamento alheias.

Ainda, algumas ferramentas analisam as informações que trafegam em suas redes (quem contacta quem) para criar um modelo que pode entre outras coisas indicar um possível novo gerente para um grupo de pessoas.

Parece que começamos a fazer ferramentas que trazem algum retorno aos usuários e as empresas. Mas de qualquer forma antes de falar mal e cortar o acesso dos funcionários, é bom que eles sejam testados!

Links de apoio:
Friendster – http://www.friendster.com/

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *