Ajudar ao próximo?

Quando ingressei na universidade, em 1991, a dica dos professores era, o cara ao seu lado será seu concorrente, nunca fale com ele, não compartilhe seu conhecimento e estude para um bom concurso público.

Logo depois ser funcionário público era quase que um crime, as pessoas começaram a compartilhar conhecimento, a Internet veio depois, os empregos sumiram, a verdade é que se você quisesse mudar alguma coisa precisaria empreender.

Mas empreender por si só não quer dizer nada. O problema foi que muito da mentalidade continua ? eu mesmo demorei anos para me dar conta que existem empresas e parceiros de negócio, não somente aqueles que desejam formar parcerias com nome de cerveja preta…

Mas daí a ajudar aos colegas de classe, vai uma distância enorme. Fico entusiasmado a cada vez que vejo o Gilnei atear fogo no mercado, mas o problema é esse meu velho. A nossa mentalidade.

A maioria dos colegas está preocupado com o faturamento, com o concorrente, e nem tem tempo para dedicar a família, quanto mais ajudar alguém a ter sucesso no mesmo nicho de mercado.

Se nada mudar, esse ranço vai se perpetuar, como tem acontecido a muito tempo, e eu tenho já mais de uma década de experiência, não é muito, mas dá pra entender algumas coisas, e aceitar outras que descem quadrado pela garganta.

Fica parecendo que eu devia ajudar mais e falar menos. É verdade, ano passado ajudei mais e me ativei mais. Neste ano outras demandas estão me consumindo, mas isso é mais uma desculpa para não ajudar mais do que poderia realmente.

Gilnei, segue a cruzada porque TODOS precisamos do estímulo, acho que uma paulada na moleira de vez em quando ativa a circulação do sangue no cérebro.

Os colegas me perdoem, mas as vezes fica difícil visualizar o que eu poderia fazer para ajudar o colega ao lado e ir a um evento importante para toda a categoria, pensando bem não é tão difícil ver que uma coisa puxa a outra.

Pode ser que no futuro eu consiga dar mais valor e respeitar o esforço de todo mundo, mas preciso me sentir parte de alguma coisa, pois se é pra lutar sozinho então nem cheguem perto, senão vai sobrar pra todo mundo.

Share

Gustavo Tagliassuchi

Eu sou Gustavo Tagliassuchi, minha formação é em tecnologia em informática, me especializei em desenvolvimento de software para a web, mas minha experiência profissional desde a década de 90 inclui editoração eletrônica, gráficas, desenvolvimento de aplicativos multimídia multi-plataforma, produzi muito CD-ROM, quiosques multimídia, fui o primeiro desenvolvedor da Apple no RS.Trabalhei em provedores de acesso à Internet, em algumas agências e também criei algumas delas (4 no total).Ajudei a fundar a AGADi que posteriormente virou ABRADi e se multiplicou Brasil aforaMais recentemente ainda fui sócio de uma empresa de e-mail marketing e monitoramento de mídias sociais, onde desempenhei diferentes atividades, como responsável pelo desenvolvimento de ferramentas oferecidas em padrão SAAS, fui responsável pelo suporte e atendimento de uma rede de mais de 18.000 marcas entre clientes diretos, canais e parceiros, além de dar apoio ao marketing digital da empresa.Mas isso tudo não importa, o que importa é que eu nunca deixei de fazer web sites, atender clientes de todos os tipos e portes, e ajudar amigos e parceiros a utilizar melhor a Internet e a melhorar a qualidade dos serviços que prestavam, e até a criar produtos e escalar os mesmos.Então, até influenciado por alguns deles, resolvi criar alguns cursos e transformar este conhecimento que adquiri em algo interessante para você.Não vou vender nenhuma fórmula mágica, não garanto que ninguém vá ficar milionário da noite para o dia, mas eu acredito que consigo acrescentar alguma coisa da experiência que adquiri nesses últimos 26 anos para ajudar você a melhorar e a solucionar alguns problemas dos seus clientes, vou lhe ajudar a fazer a diferença na vida dos seus clientes.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.